Governadores Civis do Distrito da Horta, de Fernando Faria Ribeiro – Nas ciências humanas também há serviço público

0
23
TI
TI

Pudesse o historiador Marc Bloch folhear o mais recente livro do seu colega Fernando Faria Ribeiro, e esfregaria as mãos de contente por estar diante de um bom exemplo de uma das suas máximas mais citadas: a de que o objeto da História é, por natureza, o homem, ou os homens. Para o francês, qualquer historiador que não aceitasse esse pressuposto poderia considerar-se apenas um “serviçal da erudição”, já que o verdadeiro historiador deve ser como os gigantes dos contos de fadas: um farejador de carne humana. Governadores Civis do Distrito da Horta, editado em 2020 pelo Núcleo Cultural da Horta (NCH), é um exemplo disso. Uma valiosa compilação de textos sobre os 57 governadores civis que, entre 1836 e 1976, comandaram, ao serviço do governo central, os destinos das ilhas do Faial, Pico, Flores e Corvo. Tribuna das Ilhas esteve à conversa com o autor.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO