Governo dos Açores apoia setores agrícola e das pescas na ilha das Flores

0
7

O Governo dos Açores vai apoiar a Cooperativa Ocidental com cerca de 250 mil euros, designadamente “a nível técnico e de apoio à gestão, com vista a assegurar a sua sustentabilidade”, bem como no “desenvolvimento de uma nova imagem para os produtos da marca ‘Uniflores’, a fim de a atualizar de acordo com as atuais tendências de mercado”, afirmou hoje o Secretário Regional Adjunto da Presidência para os Assuntos Parlamentares.

Berto Messias, que falava na apresentação do Comunicado do Conselho de Governo que reuniu nas Flores, no âmbito da visita estatutária, frisou a evolução “muito positiva que a Cooperativa Ocidental tem vindo a registar”, tendo os 15 cooperantes entregue 1,1 milhões de litros de leite no ano passado, o que representa “um aumento de 4,7% face a 2017”, que permitiu um “crescimento do volume de negócios na ordem dos 12,7%”.

O Governo dos Açores vai também apoiar a Cooperativa União Agrícola Florentina em cerca de 65 mil euros, verba que será destinada à promoção técnica e económica das explorações agropecuárias.

Para além destes apoios, o Governo dos Açores decidiu autorizar a aquisição de uma enfardadeira para “apoiar os agricultores nas operações de forragens”, um investimento na ordem dos 35 mil euros, adiantou Berto Messias.

Na área das Pescas, o Secretário Regional referiu que o Executivo vai “lançar o concurso público para a empreitada de requalificação e modernização do Entreposto Frigorífico das Lajes das Flores”, com um “investimento estimado de cerca de 470 mil euros”, essencialmente destinado à “instalação de um túnel de congelação, de uma sala de processamento de pescado e à requalificação do edifício”.

O Governo dos Açores vai também avançar com os procedimentos para a reabilitação da proteção do Porto Novo e Zona Balnear da Fajã Grande, uma intervenção que “tem como objetivos requalificar o muro cortina existente, repavimentar o terrapleno e beneficiar as escaleiras existentes, num investimento estimado de 35 mil euros”.

Em termos de políticas sociais, o Executivo decidiu apoiar a Santa Casa da Misericórdia de Santa Cruz das Flores em cerca de 23.500 euros, no âmbito do Núcleo de Atendimento e Apoio a Vítimas de Violência Doméstica.

“Este apoio financeiro visa dar continuidade à implementação de medidas de Prevenção e Combate à Violência Doméstica e de Género, com a responsabilidade de prevenir, informar, sensibilizar, proteger e apoiar as vítimas”, frisou Berto Messias.

Na habitação, o Governo dos Açores decidiu “lançar o concurso público para a atribuição de 14 lotes infraestruturados a preços reduzidos no Loteamento da Terça, em Santa Cruz das Flores, a candidatos que reúnam condições de financiamento para construção de habitação própria”, num concurso que será “especialmente dirigido a agregados familiares jovens da ilha das Flores”, de forma a potenciar a sua fixação na ilha.

Na área da qualificação profissional, o Governo decidiu “autorizar a abertura de dois cursos da Rede Valorizar no mês de abril, um no âmbito do Reconhecimento e Validação de Competências, de nível secundário, para 27 pessoas”, e um de língua portuguesa para estrangeiros a residir na ilha, existindo “16 pessoas sinalizadas”.

Na salvaguarda do património histórico e cultural da ilha das Flores, o Governo dos Açores deliberou avançar com a recuperação do Altar da Capela Mor, num investimento estimado de cerca de 20 mil euros, à qual se seguirá a recuperação dos altares laterais, no âmbito da conclusão da recuperação do Convento de São Boaventura.

Uma verba à qual se somarão cerca de 50 mil euros de apoio à Ouvidoria da Ilha das Flores para “obras de recuperação e preservação de várias igrejas”, referiu Berto Messias.

A criação de uma Central de Serviços Partilhados na ilha das Flores para a prestação de um serviço público mais eficaz, intervenções em zonas danificadas por intempéries, a preparação do processo da construção da Estação Geodésica Fundamental da ilha das Flores, integrada na Rede Atlântica de Estações Geodinâmicas e Espaciais, a reabilitação de estradas, a requalificação e ampliação das redes de abastecimento de água e um apoio à Filarmónica União Operária e Cultural Nossa Senhora dos Remédios da Fajãzinha foram outras deliberações do Governo dos Açores nesta reunião na ilha das Flores.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO