Governo dos Açores criou novo programa de bolsas de estudo

0
12

O Governo dos Açores aprovou a criação do Programa José Medeiros Ferreira, que visa a atribuição de bolsas de estudo para cursos de pós-graduação em instituições de “reputada qualidade e prestígio no âmbito do ensino especializado em assuntos europeus”.

 De acordo com a resolução do Conselho de Governo que determina a criação do programa, é uma prioridade para a Região “potenciar a preparação técnica da ação de entidades regionais e a integração de Açorianos nas instituições da União” através da “formação de quadros especializados”.

O novo programa aplica-se a cursos que “tenham sido objeto de acordo escrito” com o Governo dos Açores que preveja a atribuição de uma bolsa destinada a comparticipar, parcial ou integralmente, os encargos com propinas e alojamento, incluindo uma viagem de ida e volta entre a Região e o local do curso.

 Como contrapartida, os beneficiários devem apresentar relatórios sobre o curso e trabalhos sobre matéria de interesse relevante ou específico para a Região, bem como estar disponíveis para a participação em iniciativas promovidas pelo Governo dos Açores.

O Governo dos Açores tem já celebrado um acordo para a atribuição de uma bolsa de estudo para a frequência de um curso de pós-graduação no Colégio da Europa, a primeira instituição de ensino privado especializado em assuntos europeus, que acolhe anualmente cerca de 400 estudantes de 56 países nos campus de Bruges (Bélgica) e Natolin (Polónia).

O prazo de candidatura do curso de pós-graduação em Estudos Europeus para ano letivo 2014/2015 decorre até 15 de janeiro, abrangendo as áreas de Direito, Economia, Política e Administração, Relações Internacionais e Diplomáticas e Estudos Europeus Interdisciplinares.

Os candidatos devem possuir um mestrado no âmbito do processo de Bolonha (ou equivalente), com média final igual ou superior a 13 valores, e ter domínio das línguas francesa e inglesa, tanto escrito como falado.

Depois de admitida a candidatura, o processo segue os termos do regulamento geral, competindo ao Comité de Seleção em Portugal a decisão de admissão ao Colégio da Europa, após a prestação de provas perante um júri que contará com um representante da Região.

Podem candidatar-se à bolsa “José Medeiros Ferreira”, aqueles que, tendo concorrido à frequência de um curso de pós-graduação no Colégio da Europa, tenham até 30 anos e residam há pelo menos três na Região, onde deverão ter realizado e concluído o ensino secundário ou, excecionalmente, o terceiro ciclo do ensino básico.

 

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO