Governo dos Açores reforça número de camas da Rede Regional de Cuidados Continuados Integrados na ilha Terceira

0
29
DR/GACS
DR/GACS

O Governo dos Açores reforçou o número de camas da Rede Regional de Cuidados Continuados Integrados na ilha Terceira, que passa a ficar dotada de um total de 48 camas, distribuídas por duas unidades, para a prestação deste nível intermédio de cuidados de saúde e apoio social na Região Autónoma dos Açores.

A assinatura das adendas aos protocolos que sustentam a ampliação da capacidade de resposta das Unidades de Cuidados Continuados Integrados na ilha Terceira decorreu esta quarta-feira, na sala de reuniões da Direção Regional da Solidariedade Social, em Angra do Heroísmo, contando com a presença da Diretora Regional da Solidariedade Social, Andreia Vasconcelos.

A iniciativa contou ainda com o Diretor Regional da Saúde, Berto Cabral, os vogais do Conselho de Administração da Unidade de Saúde da Ilha Terceira, David Salgado e Sandra Peres Costa, o Presidente da Direção do Lar D. Pedro V, João Canedo, e o Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Angra do Heroísmo, Bento Barcelos.

Este aumento reflete-se na oferta adicional de quatro camas para internamentos de média duração e reabilitação na Unidade de Cuidados Continuados Integrados da Santa Casa da Misericórdia de Angra do Heroísmo e de duas camas também para internamentos de média duração e reabilitação no Lar D. Pedro V.

Para o Governo dos Açores, era imperativo ajustar a capacidade das unidades de internamento da Rede Regional de Cuidados Continuados Integrados, com vista a colmatar o impacto da pandemia covid-19 junto da população mais envelhecida e mais vulnerável da Região, contribuindo, assim, para o aumento do conforto e para a melhoria da qualidade de vida destes utentes.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO