Governo Regional cria roteiro dedicado às Festas do Espírito Santo

0
13

O culto ao Divino Espírito Santo constitui um dos pontos mais relevantes da identidade do povo açoriano. As festas em honra do Divino Espírito Santo fazem parte da identidade dos Açores e são praticadas pelos açorianos em todos os lugares onde a emigração os levou.

Nos Açores, e nas comunidades de origem açoriana, este ainda sobrevive e mantém todo o seu vigor.

Como forma de manter, divulgar e preservar essa tradição, o Governo Regional, através de uma parceria entre as direções regionais da Cultura, do Turismo e das Comunidades, resolveu criar o “Roteiro das Festas do Divino Espírito Santo Açores/Comunidades”.

Para apresentar este projeto, os três diretores regionais da Cultura promoveram uma conferência de imprensa, que teve lugar na manhã de hoje, na Direcção Regional das Comunidades, na Horta.

Na ocasião, Paulo Teves defendeu que “o Culto ao Divino Espírito é uma das maiores manifestações de natureza religiosa e cultural, que melhor definem e caracterizam os açorianos que residem no arquipélago, os que emigraram e os seus descendentes”. Segundo o diretor regional das Comunidades, este culto é considerado um “verdadeiro e genuíno ícone da identidade açoriana” que abrange não apenas a vertente religiosa, mas ainda diversas áreas sociais. Por isso, esclareceu, o Governo Regional entendeu criar este roteiro, que tem por objetivo reunir todas as comemorações deste culto nos Açores e em todas as comunidades açorianas na Diáspora, não só para dar a conhecer e manter a existência desta tradição, mas também para promover e divulgar, em especial junto das gerações mais novas, “este pilar identitário dos seus antepassados”, disse.

Este projeto materializa-se num site na internet que disponibilizará toda a informação histórica de cada festa, completada com fotos ilustrativas, evolução ao longo da sua existência, bem como as datas de celebração.

Paulo Teves acredita que este projeto, para além de ser um contributo para o conhecimento da história cultural e social do povo açoriano, apresenta-se como uma justa homenagem a todos aqueles que há séculos, quer na Região, quer na Diáspora, têm mantido esta tradição.

Na concretização deste roteiro o Governo conta com parcerias com todas as Juntas de Freguesia da Região, Casas dos Açores, Irmandades e Impérios na recolha de toda a informação.

O diretor regional da Cultura, Nuno Lopes, revelou que o Governo está a trabalhar num ficheiro sobre o Património Imaterial, que pretende ser também uma forma de preservar e recolher informação de todo o património da Região não só imóvel, como cultural e religioso.

Já o director regional do Turismo, João Bettencourt, referiu que, do ponto de vista turístico, o roteiro dedicado ao Espírito Santo será mais uma forma de diversificar a oferta a quem nos visita. Para Bettencourt a matriz principal do turismo regional prende-se com a natureza e o ambiente, no entanto este projeto alarga a oferta à vertente cultural e religiosa.

João Bettencourt espera que este projeto seja um contributo para reduzir a sazonalidade que é característica da atividade turística na Região.

 

 

 

 

 

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO