Governo Regional cumpre mais um compromisso com o setor agrícola na Terceira ao inaugurar investimento de 300 mil euros, afirma João Ponte

0
11
DR

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas afirmou que o caminho rural da Serra do Cume, hoje inaugurado na ilha Terceira, é a prova de que o Governo dos Açores continua a cumprir as suas promessas e a investir para melhorar as condições de trabalho dos agricultores, reduzir custos de produção e capacitar o setor para os desafios do futuro.

“Este é mais um momento simbólico e de cumprimento de um compromisso assumido com os agricultores da ilha Terceira, as suas associações representativas e com o concelho da Praia da Vitória, sendo que esta é uma via importante tanto do ponto de vista agrícola, como turístico”, referiu João Ponte, que falava na inauguração deste caminho rural, que representa um investimento de 300 mil euros e beneficia diretamente 60 explorações agrícolas.

No segundo dia da visita do Governo à ilha Terceira, João Ponte considerou que este tipo de investimentos nas infraestruturas agrícolas, que o Governo dos Açores está a realizar em todo a Região, são “extramente importantes para capacitar o setor e reforçar a competitividade das explorações agrícolas”.

“Só na ilha Terceira, este ano, o Governo Regional vai investir em infraestruturas agrícolas 2,1 milhões de euros, o que dá bem nota da aposta que está a ser feita em caminhos, no abastecimento de água e na eletrificação das explorações”, frisou João Ponte, acrescentando que, nesta legislatura, foram eletrificadas 40 explorações, permitindo que 40% do leite produzido seja refrigerado, o que se traduz em mais rendimento para os produtores.

Para o governante, este tipo de investimento justifica-se, desde logo, pela importância da agricultura na ilha Terceira, que representa 25% do leite recolhido na Região e 30% da produção de carne bovina.

Por outro lado, nos últimos anos foram aprovados, no âmbito do atual Quadro Comunitário de Apoio, 300 projetos de modernização de explorações agrícolas na ilha Terceira, num investimento global de quase 40 milhões de euros, e entraram para a agricultura 70 jovens, cujos projetos de primeira instalação foram apoiados, o que dá bem nota do dinamismo e da confiança no futuro deste setor.

João Ponte salientou ainda um conjunto de medidas estratégicas a implementar no próximo ano e orientadas para a modernização das explorações, para o desenvolvimento sustentado e melhoria do rendimento, como é o caso do PROAGRI, I9AGRI e programa de Jovens Agricultores, entre outros.

“Trata-se de medidas extremamente importantes para continuarmos a promover investimento na agricultura e contribuir para que os agricultores melhorem o desempenho das suas explorações”, afirmou o Secretário Regional, destacando que 2020 será um ano particularmente importante, durante o qual serão dados passos significativos, por exemplo, na negociação da próxima Política Agrícola Comum (PAC).

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO