Governo Regional implementa projeto “A avó veio trabalhar nos Açores”

0
77

A Vice-Presidência do Governo, através do Centro Regional de Apoio ao Artesanato (CRAA) e em colaboração da Câmara Municipal da Lagoa, vai implementar o projeto “A avó veio trabalhar nos Açores”.

Esta iniciativa será desenvolvida através de uma parceria com o projeto “A avó veio trabalhar”, criado há quatro anos, em Lisboa, na área do desenvolvimento do artesanato com o público sénior.

É um projeto de aprendizagem, partilha e ’empowerment’, que, através dos ofícios tradicionais e do design responsável, aumenta a capacidade de intervenção dos seniores na sociedade.

Nesta iniciativa em São Miguel, sob a orientação da co-fundadora Susana António, pretende-se explorar a dinâmica intergeracional, o design e a afirmação sénior através do artesanato.

O objetivo é criar um grupo de trabalho com artesãos e seniores dos Centros de dia do concelho da Lagoa, que irão trabalhar na ‘Cowork’ da Azores Craftlab, que funcionará como laboratório criativo de produtos, workshops, exposições, comercialização das peças produzidas e intercâmbios.

A Azores Craftlab, criada pela Vice-Presidência do Governo, através do Centro Regional de Apoio ao Artesanato, é a primeira incubadora dos Açores a apoiar projetos e ideias de negócio na área do artesanato, mas é muito mais do que uma incubadora de empresas, sendo um espaço e uma comunidade pensados para desenvolver a criatividade e fazer crescer os projetos através de um conjunto de serviços e condições únicas.

O projeto “A avó veio trabalhar nos Açores” inclui uma série de atividades participativas e intergeracionais, através das quais se promove uma maior compreensão e respeito entre novos e velhos, contribuindo para a construção de comunidades mais coesas e sustentáveis.

Com a implementação deste projeto, o CRAA pretende reforçar as ações de transmissão do saber-fazer dos ofícios tradicionais numa perspetiva de contribuir para a continuidade e a inovação do setor, através da inscrição e formação de novos artesãos.

“A avó veio trabalhar nos Açores” irá, desta forma, contribuir não só para valorizar e promover a identidade local, salvaguardar e valorizar saberes e ofícios tradicionais, mas também fomentar a produção e comercialização de peças inovadoras com recurso a técnicas tradicionais.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO