Grupo de Trabalho da Assembleia Legislativa – Governo dos Açores cumpriu todos os compromissos assumidos com o setor agrícola após a passagem do furacão Lorenzo, afirma João Ponte

0
15

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas afirmou hoje que o Governo dos Açores cumpriu todos os compromissos que foram assumidos com os agricultores e com as organizações de produtores para ajudar a minimizar os efeitos da passagem do furacão Lorenzo pelos Açores em outubro de 2019.

“Todos os compromissos assumidos foram cumpridos e todas as medidas definidas em articulação com as organizações de produtores foram executadas, sendo que a totalidade dos apoios concedidos atingem 483 mil euros”, referiu João Ponte, que falava no final de uma audição no Grupo de Trabalho da Assembleia Legislativa sobre o furacão Lorenzo.

O governante adiantou que, além do apoio ao restabelecimento do potencial produtivo, recuperação de infraestruturas e compensação por perdas relevantes nas culturas, o Governo dos Açores também apoiou a aquisição de fibra e palha.

“O Governo dos Açores esteve, desde a primeira hora, ao lado dos agricultores, procurando rapidamente encontrar e aplicar as melhores soluções para apoiar o setor agrícola a minimizar quebras de rendimento e outros prejuízos na sequência de uma situação excecional”, disse João Ponte.

O titular da pasta da Agricultura salientou que, relativamente ao regime excecional de apoio extraordinário destinado ao restabelecimento do potencial produtivo e recuperação de infraestruturas, já foram pagos quase 323 mil euros, correspondendo a 170 candidaturas das ilhas dos grupos Ocidental e Central.

João Ponte referiu também que 163 produtores agropecuários das Flores e do Corvo, que sofreram prejuízos causados pela manutenção dos animais nas explorações após ter sido ultrapassado o seu período ótimo para expedição em vida, foram apoiados no embarque de um total de 1.366 animais, num valor global de quase 90 mil euros.

Relativamente ao regime de apoio extraordinário concedido à aquisição de produto de categoria fibrosa destinado à alimentação do efetivo pecuário, João Ponte adiantou que foi apoiada a aquisição de cerca 1.000 toneladas de concentrado fibroso e de palha, divididas pelas cooperativas agrícolas das duas ilhas do Grupo Ocidental, num montante de 70 mil euros.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO