Hospital da Horta e USIF – Vasco Cordeiro procede ao lançamento da primeira pedra da empreitada

0
53
TI

TI

O Presidente do Governo dos Açores procedeu ao lançamento da primeira pedra da empreitada de remodelação do Hospital da Horta e da construção da nova Unidade de Saúde da Ilha do Faial.
A empreitada foi adjudicada à empresa de construção AFAVIAS pelo valor de 5.892.952 euros.

Decorreu esta quarta-feira, o lançamento da primeira pedra da empreitada de remodelação do Hospital da Horta (HH) e da construção da nova Unidade de Saúde da Ilha do Faial (USIF), pelo Presidente do Governo dos Açores em sessão solene.
“Esta obra no hospital e na USIF integra-se na estratégia regional que temos implementado nos últimos anos de garantir melhores condições físicas à Rede Regional de Infraestruturas de Saúde”, afirmou Vasco Cordeiro.
O presidente do Executivo açoriano espera “que esta seja uma obra célere, sem percalços e sem desvios quanto aos seus pressupostos”, para que, “uma vez concluída, mais do que constituir a realização de um avultado investimento, mais do que ser um edifício novo, possa constituir um meio de servir os faialenses e servir todos aqueles que a ele necessitam de recorrer”.
Durante a sessão solene foram apresentados os projetos para o HH e a USIF pelo arquiteto Arnaldo Raposo, da Central Studio, e pelo engenheiro Jorge Costa Henriques, da MECH Consultores de arquitetura e engenharia, respetivamente.
Foi ainda lida e assinada a “Ata de lançamento da primeira pedra da empreitada de remodelação do HH e da construção do edifício da USIF” pelo presidente do Governo Regional, o secretário regional da Saúde, o presidente da Câmara Municipal da Horta, o presidente do Conselho de Administração do HH, a presidente da Assembleia Municipal da Horta a presidente do Conselho de Administração da USIF, os representantes de ambas as empresas projetistas, o representante da empresa de fiscalização Consulmar Açores e o representante da empresa de construção AFAVIAS.
Posteriormente, Vasco Cordeiro colocou a ata, depois de benzida pelo Pe. Marco Luciano, num buraco devidamente preparado e depois coberto por uma pedra de cimento, simbolizando assim o lançamento da primeira pedra deste investimento.
A empreitada foi adjudicada à empresa de construção AFAVIAS pelo valor de 5.892.952 euros, acrescidos do valor do IVA, pelo prazo de execução de 18 meses.

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO