Ilha do Pico é casa para artistas de vários países

0
1122
DR
DR
A associação MiratecArts congratula-se pelo apoio a artistas e por abraçar talentos estrangeiros até ao ponto de se tornarem residentes nos Açores. Projetos como o Montanha Pico Festival incentivam a criação, na ilha do Pico. E criar é exatamente o que artistas fazem com grande parte do seu tempo, na ilha que escolheram para viver.  Este foi o tema da conversa na passada tarde de chá na Casa da Montanha.
 
Mesmo debaixo de chuva, e em tempos de pandemia, conseguiu-se um número limite de participantes que se aventuraram até à Casa da Montanha. Terry Costa, diretor artístico da MiratecArts, expressou o seu descontentamento que artistas nativos à ilha não tenham conseguido juntar-se à conversa sobre arte na ilha, assim mudando o tema da conversa para o porquê de quem visita a ilha, oriundo de outro país, se apaixonar por ela até ao ponto de decidirem nela residir. 
 
Isabelle Clerc veio de Paris com sua família e agora lidera o atelier Azulejos da Ponta da Ilha na Piedade. Marjella e Mart, oriundos da Holanda, mantêm a loja Barro & Barro, a sua oficina e empreendimento aberto ao público na freguesia da Ribeirinha. Violeta, mais conhecida por Eti Dimitrova on-line, veio com o seu parceiro da Bulgária, e escolheram a Madalena para começar a sua vida na ilha. Pintura em azulejos, criações únicas em vários estilos com barro, desenho e pintura assim é desenvolvido o projeto que estes artistas apontam como “o chamamento magnético da montanha e o calor humano dos picoenses” como as razões principais de aqui terem ficado. Outro ponto principal são os programas da MiratecArts, que incentivam ao seu desenvolvimento e apresentação, como por exemplo as tardes de chá que vinculam as suas decisões terem sido as certas.

Num ambiente familiar e acolhedor, conversa puxa conversa, e a turma do Montanha Pico Festival assim passou uma tarde incrível neste que é um dos lugares mais visitados por turistas, a Casa da Montanha, detentora de uma parceria com o Parque Natural do Pico que já vem desde há 7 anos. Azulejos da Ponta da Ilha e Barro&Barro
 apresentaram novos produtos inspirados pela montanha, adicionando, desta forma, no seu catálogo, mais itens para venda. Nos próximos domingos, a Caminhada dos Vulcões e a Subida à Montanha estão planeados com lotação esgotada. 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO