Ilha Graciosa regista número de consultas médicas mais elevado desde 2012

0
20
blank

O líder parlamentar do PSD/Açores, João Bruto da Costa, destacou que a Unidade de Saúde da Ilha Graciosa (USIG) registou, no ano de 2021, mais de 47 mil consultas médicas, o que constitui o número mais elevado desde 2012.

“Nos últimos nove anos, 2021 foi o ano em que mais se realizaram consultas de especialidade na Graciosa. Isto é importantíssimo para os graciosenses. É um caminho que tem de continuar a ser percorrido, de preferência ainda reforçado, porque é essencial para uma ilha que sobrevive apenas com esta unidade como prestadora de cuidados de saúde, os graciosenses saberem que, ao deslocarem-se ao Centro de Saúde, podem obter resposta”, afirmou o social-democrata, no final uma reunião com a administração da USIG, no âmbito das jornadas parlamentares do partido.

O parlamentar fez questão de enaltecer o trabalho desenvolvido na USIG ao nível da vinda de médicos especialistas à ilha Graciosa, que só em 2021 garantiu mais de 1900 consultas, um número muito superior à época anterior à pandemia por COVID-19, já que em 2019 quedou-se pelas 500 consultas de especialidade.

“É um caminho que tem de continuar a ser percorrido, reforçado”, salientou João Bruto da Costa.

“Em apenas três meses deste ano já foi feito algum trabalho de deslocação de especialistas, o que para nós é importantíssimo, porque evita maiores dificuldades aos doentes graciosenses, essencial para a recuperação da atividade assistencial e para a saúde dos graciosenses”, salvaguardou o líder parlamentar do PSD/Açores.

O deputado social-democrata agradeceu o empenho de todos os profissionais de saúde da Graciosa que, nos últimos dois anos, “deram o seu melhor e muito mais do que seria exigido para tratar da saúde dos graciosenses. É essencial o reconhecimento do seu esforço, do seu empenho e a nossa gratidão”.

João Bruto da Costa advertiu igualmente “para importância das condições físicas de trabalho, passando pela recuperação e manutenção do edifício da Unidade de Saúde de Ilha Graciosa construído há 10 anos, mas que padece já de problemas ao nível de infiltrações e de equipamento como o ar condicionado”, desde o início.

O parlamentar manifestou, por fim, confiança e expetativa em relação ao futuro, numa articulação entre o Conselho de Administração da USIG, Secretaria Regional da Saúde e Governo Regional, no encontro de soluções que venham a colmatar as carências mais prementes, independentemente das limitações orçamentais.

Para João Bruto da Costa, “é importante continuar a haver investimento na telemedicina, uma ferramenta que vem complementar a atividade dos profissionais médicos e evitar eventualmente outras deslocações penalizadoras para os doentes. Com a telemedicina podemos melhorar nessa recuperação e prestação de cuidados”, concluiu.

O presidente do grupo parlamentar do PSD/Açores alertou ainda para a necessidade de se reforçar do pessoal médico da USIG, dado que a instituição conta atualmente com quatro médicos, dos quais apenas um pertence ao quadro.