Iniciativa Liberal entrega requerimento na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores

0
41
DR/IL
DR/IL

Por: Iniciativa Liberal

A iniciativa Liberal quer saber o que está a ser feito para evitar se
repitam as falhas que já exibiram e minimizar  eventuais falhas futuras
com rebocadores no Porto de Ponta Delgada, tendo em conta a situação de
inoperacionalidade administrativa do Rebocador São Miguel e a utilização
do rebocador Pêro de Teive como alternativa ao transporte de
combustíveis para outras Ilhas.

O Deputado Nuno Barata entregou hoje na Assembleia um  requerimento
sobre o assunto onde questiona o governo sobre o real ponto de situação
do rebocador São Miguel e qual o seu destino?
Quais os custos financeiros da deslocação dos rebocadores “O Bravo” da
Terceira e Ilha de “São Luís” do  Faial para São Miguel sempre que
necessário e a quem são imputados esses custos?
Quais os custos de eficiência dessas deslocações quer em termos
económicos quer em termos ambientais?
O que tem o governo planeado, programado e que verbas tem a inscrever no
quadro do plano de médio prazo e do orçamento para 2021, para garantir e
melhorar a operacionalidade do Porto de Ponta Delgada no que diz
respeito aos navios auxiliares de reboque, quer Portuários quer de
Alto-mar ou vulgarmente designados por “Rebocadores salvadégos”?

No documento, e em jeito de considerandos, o Deputado Liberal refere a
importância do Porto de Ponta Delgada e  faz uma retrospetiva histórica
da  centralidade dessa infraestrutura  no contexto do combate à
periferia da Ilha de São Miguel face ao restante Arquipélago da época em
que foi contruída e realça a importância da mesma no atual sistema de
transportes e abastecimento das nossas Ilha. O Deputado da Iniciativa
Liberal  salienta ainda a  relevância do Porto de Ponta Delgada e da sua
operacionalidade, no que concerne às exportações de produtos Açorianos.

Mais se informa que o Deputado Nuno Barata estará disponível para
qualquer esclarecimento que V.Exiª entenda por conveniente quer por
e-mail ([email protected]) quer no seu telefone pessoal (918201860)

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO