Inundação na casa das máquinas causa atrasos na reabertura da Piscina Municipal da Horta

0
52
blank

A Piscina Municipal da Horta vai continuar encerrada à população por falta de condições. A informação foi avançada na tarde de sexta-feira pelo Presidente da Câmara da Horta, no âmbito de uma visita ao local.

Carlos Ferreira lamenta a situação e justifica o atraso com o surgimento de mais anomalias na piscina, que se encontra encerrada desde o final de 2019, devido a terem sido detetados problemas de perda de água. A intervenção ocorreu no início de 2020, contudo, devido à pandemia manteve-se encerrada e em fevereiro de 2021 iniciou-se a empreitada de melhoria da eficiência energética da Piscina Municipal da Horta, uma obra cujo valor global já ultrapassa os 700 mil euros. “Estamos a realizar todas as diligências possíveis, mas neste momento não podemos adiantar uma data para a reabertura da piscina à população”, referiu.

O autarca faialense afirmou que “esta empreitada, após a prorrogação do prazo, deveria ter ficado concluída a 29 de outubro, mas no mês de setembro foram detetados novos problemas de perda de água, na ordem de meia tonelada por hora. Quando a obra estava perto da sua conclusão, foi registada uma inundação de grande dimensão na sala das máquinas no passado dia 29 de novembro. Agora teremos que proceder à aquisição de novos equipamentos, de modo que a piscina possa ser colocada ao serviço da população faialense”.

Carlos Ferreira indicou que as causas estão a ser avaliadas e que os peritos da seguradora se deslocaram ao local, havendo uma inspeção agendada para janeiro, para que se possa verificar se há responsabilidades a imputar e se a entidade seguradora assume os custos decorrentes desta inundação.

O Presidente do Município da Horta informou ainda que “no sentido de colmatar a situação, a Câmara Municipal solicitou formalmente ao Serviço de Desporto do Faial a disponibilização de pistas na piscina do Complexo da Escola Secundária Manuel de Arriaga, de forma a que frequentadores desta Piscina Municipal, nomeadamente aqueles que a frequentavam por motivos de saúde, possam frequentar, dentro da disponibilidade possível, a piscina do complexo”.