Já lá vai o Carnaval

0
23
TI

Já lá vai o carnaval
Só nos veio divertir
Há sempre quem diga mal
Outros querem é rir

Temos de nos conformar
Com o que vai aparecendo
Uns a rir outros a chorar
uns rezando outros gemendo

Vi muitos a trabalhar
Vi muitos espertalhões
Vi outros a censurar
E vi tantos malandrões

Vi senhores importantes
Alguns com muito estudo
Também vi ignorantes
Na vinha de Deus há de tudo

Pois viva o nosso Faial
Isto aqui é um paraíso
Ainda há quem diga mal
Mas só quem não tem juízo

Esta é a ilha azul
Ela é assim conhecida
Desde o norte até ao sul
Toda ela é florida

Eu aqui é que nasci
Aqui é que fui criado
Nunca me arrependi
Muito tenho trabalhado

Eu estive em Lisboa
Em Portugal continental
Pois vi muita coisa boa
Mas gosto mais é do Faial

Isto é uma ilha calma
É o que diz o pessoal
Para o corpo e a alma
Não há nenhuma igual

Que não me levem a mal
É esta a minha proposta
Mas não é tudo igual
Cada qual é do que gosta

Do Faial nunca sai
Nunca fui ambicioso
Pois sempre aqui vivi
Também não fui preguiçoso

Nunca estive ausente
Isto é uma ilha boa
Só quando estive doente
É que fui para Lisboa

Setenta degraus eu subi
Para chegar a risto Rei
Mas não me arrependi
Sou teimoso isso eu sei

Por ali fui viajando
Vendo tudo à beira mar
Tudo me foram mostrando
A ponte do Oliveira Salazar

Foi ele que a construiu
Com muitos gosto, e suor
Quem o nome destruiu
Perdeu todo o seu valor

Digo em casa ou na rua
Não tenho medo de falar
Quem quer uma obra sua
Tem que trabalhar, e poupar

O Caetano vai terminar
Sou um aluno atrasado
As notícias estão a, mostrar
O nosso Portugal endividado

O Caetano, velho desgraçado
Meus dias estão no fim
Mas então endividado
Isso não serve para mim

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO