Lara Martinho defende ser tempo de começarmos a receber com segurança os turistas

0
28

“m 2019, tivemos o melhor ano de turismo nos Açores e a perspetiva para 2020 era de crescimento”, afirmou a deputada do Partido Socialista dos Açores à Assembleia da República, lembrando ainda que ao longo destes últimos anos tivemos importantes ganhos neste setor, com o aumento das acessibilidades para os Açores, “o que foi uma importante vitória para a nossa Região, mas também a captação de novas rotas e novos fluxos turísticos, ultrapassando os três milhões de dormidas só na hotelaria tradicional,  ganhos estes que não podem ser perdidos”, afirmou.

Lara Martinho, que participava na audição ao Ministro do Estado, da Economia e da Transição Digital, no âmbito da Comissão de Economia, referia, na ocasião, os efeitos nefastos que a pandemia provocou no setor do turismo, lembrando inclusive o relatório da Comissão Europeia que salienta as consequências socioeconómicas da pandemia em particular nas regiões que dependem muito do turismo, como o Algarve e as Regiões Ultraperiféricas dos Açores e da Madeira, evidenciando ainda que esta situação exige respostas políticas direcionadas e bem focalizadas.

De acordo com a vice-presidente do GPPS, foi feito, ao longo das últimas semanas, um importante trabalho de controlo sanitário da pandemia, sendo agora o momento de, com confiança, “criar as condições para recebermos os turistas em segurança, ao mesmo tempo que mantemos também em segurança a nossa população”.

Sendo este um equilíbrio exigente, mas fundamental, para não perdermos os importantes ganhos que alcançamos nos últimos anos, a deputada socialista sublinhou o conjunto de medidas nacionais e regionais que tem vindo a ser implementadas, dando como exemplo o selo ‘Clean&Safe’, que será aplicado nos Açores com as devidas adaptações, além das linhas de crédito específicas para o turismo, o recentemente criado programa de incentivo regional de apoio à adaptação das empresas no contexto da covid19, sem esquecer a campanha nacional de promoção do turismo interno que será lançada ainda este mês e que irá abranger os Açores ou mesmo o Programa VIP, de atração de novas rotas, que foi publicado esta semana garantindo uma discriminação positiva dos Açores.

Na audição, o Ministro Siza Vieira referiu que o setor do turismo terá “uma retoma mais lenta”, pelo que “a intensidade dos apoios será maior”. O Governo irá reforçar as linhas de crédito, e trabalhar do lado da procura, capitalizando a imagem positiva do país na gestão da pandemia, com o desenvolvimento de uma grande campanha internacional, ao mesmo tempo que está a trabalhar Estado a Estado na criação de corredores turísticos.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO