Liga Portuguesa Contra o Cancro atribuiu bolsa D. Maria do Livramento Forjaz

0
20
DR

O Núcleo Regional dos Açores (NRA) da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC)
atribuiu a bolsa D. Maria do Livramento Forjaz à investigadora Claúdia Carreiro Sousa,
com o projeto “Caracterização da Infeção por HPV no Carcinoma do Colo do Útero na
Região Autónoma dos Açores- HPVAC”, no valor de 1500 euros.

Cláudia Carreiro Sousa, natural de São Miguel, formada na Faculdade de
Medicina da Universidade do Porto, especializou-se em radioncologia no Instituto
Português de Oncologia de Coimbra Francisco Gentil. Durante a sua formação,
desenvolveu vários estudos, tendo sido premiada nas áreas do cancro de cabeça e
pescoço, cancro da mama e cancro ginecológico. De forma complementar, formou-se
em medicina desportiva e medicina do trabalho. Atualmente, com a proposta de novos
desafios, regressa à Região Autónoma dos Açores, iniciando a sua colaboração no
Hospital Divino Espírito Santo.

O projeto que apresentou tem como objetivo caracterizar a infeção por HPV
nos doentes com diagnóstico de cancro do colo do útero, identificando que genótipos
têm maior incidência neste grupo de doentes. Esta abordagem contribuirá para a
avaliação da eficácia da vacinação da população da região açoriana.
A Bolsa “D. Maria do Livramento de Abreu Forjaz”, atribuída anualmente, é
destinada a apoiar a formação em oncologia e permite aos jovens açorianos o
desenvolvimento dos seus estudos no combate ao cancro.

 

Por: NRA da LPCC

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO