Madeira atingida por massa de ar quente e poeiras do Saara

0
5
DR
Uma massa de ar quente, seca e acompanhada de poeiras do Saara, no Norte de África, atingirá hoje a costa sul da Madeira, podendo afetar a operacionalidade do aeroporto caso a visibilidade seja inferior a cinco quilómetros.

“Prevê-se hoje um dia quente – às 08:00 a temperatura do ar no Funchal já era de 26,6 graus -, seco, e a humidade relativa do ar até ao Lugar-de-Baixo [Ponta de Sol] era da ordem dos 10% a 15%. Está prevista uma invasão de poeiras que, em princípio, vão reduzir a visibilidade”, disse à agência Lusa o diretor do Observatório Meteorológico do Funchal, Vítor Prior.

“É uma massa de ar quente e seca, uma situação de leste, acompanhada de poeiras”, precisou.

As poeiras atingirão a costa sul durante todo o dia, até terça-feira, mas o período mais crítico será no final da tarde.

Segundo Vítor Prior, a partir de terça-feira haverá uma redução de temperatura e a poeira ocorrerá com menos intensidade.

As poeiras e a consequente redução de visibilidade “poderão afetar ou não o aeroporto da Madeira, se a redução de visibilidade não for inferior a cinco quilómetros, que é o limite para nele operar”.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou a costa sul da Madeira sob aviso amarelo para tempo quente até às 21:00 de hoje, mas desde sábado que o arquipélago tem registado temperaturas elevadas para o mês de fevereiro.

No domingo, foi registada a temperatura máxima diária mais alta até agora alcançada no mês de fevereiro – 27,7 graus -, valor que hoje poderá ser superado.

“Hoje a temperatura deverá chegar aos 28 graus nalguns pontos da costa sul”, referiu Vítor Prior.

Os maiores valores que tinham sido registados no passado no mês de fevereiro foram em 2004 (27 graus) e em 1949 (26,6 graus).

Apesar destas condições atmosféricas, o movimento aéreo no Aeroporto da Madeira Cristiano Ronaldo decorre com normalidade.

Segundo o IPMA, as previsões meteorológicas para a Madeira são de vento moderado a forte (20 a 40 quilómetros/hora) do quadrante leste, soprando forte (40 a 50 quilómetros/hora) nas terras altas e por vezes com rajadas até 70 quilómetros/hora, tornando-se fraco a moderado (10 a 30 quilómetros/hora) a partir da tarde.

No que diz respeito ao estado do mar, na costa norte as ondas serão de nordeste com dois a 2,5 metros, passando a ondas de noroeste com 1,5 a dois metros, e na costa sul as ondas serão de sueste com um a 1,5 metros.

A temperatura da água do mar será de 19 graus centígrados.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO