Mais de 2,6 milhões de infetados e 183 mil mortos em todo o mundo

0
6
DR
A pandemia de covid-19 já ultrapassou os 2,6 milhões de infetados e matou mais de 183 mil pessoas em todo o mundo desde que surgiu em dezembro na China, segundo um balanço da AFP às 11:00.De acordo com os dados da agência de notícias francesa, a partir de dados oficiais, foram registados 183.707 mortos e mais de 2.636.740 infetados em 193 países. Pelo menos 696.700 pessoas foram consideradas curadas pelas autoridades de saúde.

Os Estados Unidos, que registaram a primeira morte ligada ao coronavírus no final de fevereiro, lideram em número de mortos e casos, com 46.785 mortos para 842.624 casos. Pelo menos 76.614 pessoas foram declaradas curadas pelas autoridades de saúde nos Estados Unidos.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são Itália, com 25.085 mortos para 187.327 casos, a Espanha com 22.157 mortos (213.024 casos), a França com 21.340 óbitos (155.860 casos) e o Reino Unido com 18.100 mortos (133.495 casos).

A China (sem os territórios de Hong Kong e Macau), onde a epidemia começou no final de dezembro, contabilizou 82.798 casos (10 novos entre quarta-feira e hoje), incluindo 4.632 mortos (nenhuma nova) e 77.207 recuperações.

Até às 11:00 de hoje, a Europa totalizou 113.855 mortos para 1.276.161 casos, Estados Unidos e Canadá 48.859 mortos (882.814 casos), Ásia 7.495 mortos (182.737 casos), América Latina e Caraíbas 6.166 mortos (122.620 casos), Médio Oriente 5.992 mortos (138.672 casos), África 1.243 (25.796 casos) e Oceânia 97 mortos (7.943 casos).

Portugal, com 820 mortos registadas e 22.353 doentes é o 16.º país do mundo com mais óbitos e também o 16.º em número de infetados.

A AFP alerta que o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do número real de infeções, já que um grande número de países está agora a testar apenas os casos que requerem atendimento hospitalar.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO