Marcelo falou com Trump sobre visita que depende de “quem é chefe de Estado” em 2021

0
8
DR
O chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou hoje ter falado com o Presidente norte-americano, Donald Trump, sobre uma futura visita a Portugal, mas que depende dos resultados das eleições presidenciais nos dois países.

“Como é evidente, e como eu lembrei, há eleições nos Estados Unidos e depois haverá eleições em Portugal, ambas presidenciais. Veremos quem é chefe de Estado para o ano, quem recebe quem”, declarou o Presidente da República aos jornalistas, no Chiado, em Lisboa.

Sobre a sua conversa com Donald Trump, que lhe ligou na sexta-feira, Marcelo Rebelo de Sousa disse que “o Presidente norte-americano, no fundo, queria cumprimentar Portugal e os portugueses pelo sucesso no combate à pandemia, perceber por que é que estava a correr assim em Portugal, para comparar com a situação norte-americano”, e também “testemunhar o seu apreço pela comunidade luso-americana”.

“E, em tempo oportuno, mas tempo oportuno é só depois, obviamente, das eleições presidenciais, quem quer que seja Presidente dos Estados Unidos, gostaria de haver uma visita a Portugal, que ficou adiada”, acrescentou.

O Presidente da República, que se deslocou ao Chiado para comprar livros, num gesto simbólico, no dia de reabertura das livrarias, referiu, a propósito dos seus contactos internacionais, que hoje falou com o Presidente da Irlanda Higgins.

“E sei que o rei de Marrocos também quer falar comigo”, adiantou.

As eleições presidenciais nos Estados Unidos da América, em que Donald Trump procura a reeleição, estão previstas para novembro e a posse do novo Presidente norte-americano para 20 de janeiro de 2021.

Em Portugal, as presidenciais deverão realizar-se em janeiro e a posse do Presidente da República no dia 09 de março de 2021. Marcelo Rebelo de Sousa tem remetido para novembro o anúncio da sua decisão sobre uma eventual recandidatura.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO