Museu de Angra do Heroísmo acolhe lançamento de selo evocativo do 150.º aniversário do nascimento de Francisco de Lacerda  

0
42
DR-GACS

A Direção Regional da Cultura, através do Museu de Angra do Heroísmo, acolhe sábado, 11 de maio, o lançamento de um selo da República evocativo dos 150 anos do nascimento do maestro Francisco de Lacerda, promovido pelos CTT.

A cerimónia terá início pelas 15h00 com a conferência ‘Francisco de Lacerda (1869-1934) – aspetos biográficos’, apresentada por Vítor Hugo Fernandes do Castelo, técnico superior do Museu de Angra do Heroísmo, a que se seguirá o lançamento do selo, sobrescrito especial e carimbo evocativos da efeméride.

O programa do evento inclui ainda uma visita à mostra documental elaborada para a ocasião, complementada por uma passagem pelo 4.º momento da exposição ‘Do Mar e da Terra… uma história no Atlântico’, onde se encontram expostas algumas peças do espólio pessoal deste ilustre jorgense.

O selo evocativo, que apresenta uma imagem de Francisco de Lacerda baseada numa fotografia pertencente ao espólio do Museu de Angra do Heroísmo, faz parte da coleção ‘Vultos da História e da Cultura’, uma emissão filatélica em que os CTT pretendem homenagear personalidades marcantes de Portugal.

A par do selo relativo a Francisco de Lacerda, serão também emitidos selos referentes a Sophia de Mello Breyner Andresen, Fontes Pereira de Melo, Gago Coutinho, Fernando Namora, Jorge de Sena e Joel Serrão.

Francisco de Lacerda foi um dos mais notáveis e reconhecidos maestros e compositores portugueses de todos os tempos e também musicólogo, folclorista, ilustrador e até mesmo poeta.

O Museu de Angra do Heroísmo é detentor de um vasto acervo documental que abrange obras originais do compositor, correspondência com figuras ilustres nacionais e internacionais, fotografias e desenhos, entre muitos outros.

 

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO