Museu dos Baleeiros recebe atividades do Azores Fringe Festival

0
128
blank
Azores Fringe Festival
Quatro noites dedicadas à performance ao vivo leva a programação da décima edição do Azores Fringe Festival ao Auditório do Museu dos Baleeiros, o pólo museológico mais visitado do Museu do Pico, e da rede de museus nos Açores.
O mês de junho, através do festival internacional de artes, já criou uma nova tradição: Terças no Museu é Fringe. Sendo assim, a partir do dia 07, às 21h30, a companhia terceirense, Cães do Mar, apresenta um projeto de “dança que vai beber ao teatro inspiração e metodologias:” Depois de uma curta conversa entre a produtora Ana Brum e o diretor artístico da MiratecArts, Terry Costa, sobe ao palco Diana Rosa com “inBOX 0.2”.
Williams (Maninho) Nascimento, em parceria com Margarida Benevides, apresentam o espetáculo musical, em que dois amigos artistas, partilham com o público os seus poemas, as suas músicas e as suas ideias sobre a vida e o mundo – TEU está agendado para o dia 14.
Na semana seguinte, a 21 de junho, o músico Tiago Marques alia o oboé a recursos eletrónicos e instrumentos não convencionais, enquanto o designer Luiz Domanoski interpreta os sons e cria a sua obra a ser projetada durante o espetáculo.
A palhaça LUNA, dia 28, volta para abrir o baú das memórias, sendo que Maria Simões, a artista que lhe dá vida, é uma das colaboradoras anuais desde a fundação do festival há 10 anos. E, ainda, o cineasta luso-canadiano, Andrew Lima, apresenta esta noite uma retrospectiva do seu trabalho.
Além do programa Terças no Museu é Fringe, a galeria no Museu dos Baleeiros do Pico acolhe a exposição de pintura “Blue Equilíbrium” de José João Dutra. Vamos ao Fringe! www.azoresfringe.com