Não pode haver estabilidade sem coerência

0
16
DR
DR

Por: Aurora Ribeiro

Numa situação de crise como a que vivemos, ansiamos por uma sensação de estabilidade, pelo menos política. Os resultados das últimas eleições regionais têm deixado os açorianos e o resto do país na expectativa de saber o que irá acontecer. A cada dia e a conta-gotas vão saindo notícias a dar conta das negociações da direita que, numa azáfama, procura reunir condições para garantir alguma estabilidade, se não interna, pelo menos minimamente aparente, de forma a garantir uma possibilidade de formar governo.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO