No próximo domingo 26 votar no PS é defender os Açores-artigo de opinião

0
15

Aproxima-se a hora das grandes decisões. No próximo domingo, dia 26 de maio, face a tudo o que aconteceu e que levou à perda de um eurodeputado pelos Açores, é preciso dar força à Voz dos Açores na Europa.
Nas duas últimas décadas o PS assumiu e cumpriu em pleno o compromisso de indicar, em lugar elegível, um candidato dos Açores ao Parlamento Europeu. Agora, voltou a fazê-lo, sem reticências. Enquanto outros partidos reduziram os Açores a uma “pequena fortuna de 12 mil votos”, que “não valia a pena o sacrifício”, o PS reconheceu a importância das Ultraperiferias e o valor acrescentado que os Açores conferem a Portugal e à Europa.
A partir de 27 de maio, não vamos ter dois eurodeputados Açorianos na Europa. Teremos apenas um e é o Partido Socialista que salvaguarda a presença dos Açores no Parlamento Europeu.
Reitero a honra, o compromisso e a responsabilidade de ser essa Voz, na defesa intransigente das nossas Ilhas, dos nossos Agricultores, dos nossos Pescadores, dos nossos Jovens, dos nossos Empresários, das nossas Famílias, de todas e todos os Açorianos.
Nos últimos três meses intensifiquei os contatos com vários Açorianos nas nossas nove ilhas e escutei os nossos Parceiros, os representantes de vários setores de atividade, ouvi os nossos jovens, os nossos idosos, e estou munido das informações necessárias para defender os seus interesses, para encontrar respostas para os seus anseios.
Os Açores são nove realidades bem distintas e partilham, à sua escala, um traço comum: estamos Unidos na Diversidade. Somos Açores, como Somos Europa.
Sou o único Açoriano em condições de ser eleito ao Parlamento Europeu, conheço bem as Pessoas e as especificidades de cada uma das nossas Nove Ilhas. É certo que existem mais candidatos Açorianos. Mas, infelizmente, não têm hipótese de vir a ser eleitos. Já o disse em diversas ocasiões: seria preferível ter dois eurodeputados Açorianos em Bruxelas, mas isso não vai acontecer, por força das circunstâncias.
É por isso que o único Voto Útil, o único voto que garante uma acérrima defesa dos Açores e dos seus interesses no Plano Europeu, é o Voto no PS.
A candidatura do PS/Açores é um movimento agregador, uma plataforma de representação política e cívica em que todos, mas mesmo todos, têm lugar, mesmo que existam divergências ideológicas.
No próximo domingo, os Açorianos vão decidir a força que querem dar aos Açores na Europa.
Nestas eleições não se trata de dar mais votos ao partido “A” ou ao partido “B”. Nestas eleições, o que está em causa, é garantir a Vitória dos Açores. Votar no PS/Açores é o único voto útil à nossa Região, o único que se traduzirá numa presença efetiva em Bruxelas.
Não deixe nas mãos de outros aquilo que pode decidir por si.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO