O Grupo do PSD na Assembleia Municipal de Ponta Delgada reitera o compromisso assumido por José Manuel Bolieiro para com os cidadãos, em 2017, no sentido de liderar os destinos da maior autarquia dos Açores até 2021.

0
33
DR

O Grupo Municipal do PSD sublinha todo o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo Executivo presidido por José Manuel Bolieiro nas várias áreas da sua competência, destacando a parceria com as 24 Juntas de Freguesia do concelho de Ponta Delgada, nomeadamente através dos  Acordos de Execução e dos Contratos Interadministrativos. Um sistema que assegura regularidade e previsibilidade nos pagamentos da Câmara às juntas, que permite a estas honrar os seus compromissos e que promove a coesão territorial.

Depois de dois anos de governação na Câmara Municipal de Ponta Delgada, este elenco camarário, mandatado pelos cidadãos de Ponta Delgada, só pode receber um balanço positivo e com distinção da parte do PSD.

Positivo porque, nestes dois anos, a Câmara Municipal criou um relacionamento de proximidade com os seus munícipes, uma relação de amizade e de confiança mútua.

Os munícipes de Ponta Delgada, não só vêm em Bolieiro um Presidente de confiança e amigo, mas também um Presidente que tem demonstrado trabalho ao desenvolver o concelho e a cidade de Ponta Delgada.

Este ano, a Câmara Municipal de Ponta Delgada, no âmbito da delegação de competências, está a transferir 1,9 milhões de euros para as 24 freguesias do concelho. Um montante superior ao de 2018, que foi de 1,8 milhões de euros.

A Câmara presidida por José Manuel Bolieiro continua, desta forma, a assegurar que as juntas assumam o verdadeiro papel de parceiros do desenvolvimento e façam uma boa gestão dos meios disponibilizados pelo Município em benefício das freguesias.

É entender da Câmara Municipal e é nosso entender que as juntas continuam a ter um papel fundamental em termos sociais, na dinamização da economia local e na fixação das populações nas freguesias, devendo ser por isso acarinhadas sem qualquer discriminação de cor política.

A gestão do concelho tem sido uma gestão equitativa, justa e imparcial no que respeita ao apoio e ás transferências financeiras para as 24 freguesias de Ponta Delgada.

A Câmara Municipal tem tratado todos as 24 freguesias por igual, não tem enteados nem filhos.

Desde o início do mandato mais de 4,3 milhões de euros foram transferidos para as 24 juntas de freguesia do concelho de Ponta Delgada por parte da Câmara Municipal.

É desta forma que a Câmara Municipal de Ponta Delgada pretende dar autonomia financeira para que os autarcas do nosso concelho tenham dignidade na gestão das suas freguesias.

Não queremos que as juntas de freguesia sejam meros instrumentos administrativos, mas sim, que tenham autonomia financeira para executarem os seus projetos e apoiar os seus cidadãos.

Para alem disto, a Câmara Municipal de Ponta Delgada tem efetuado e projetado obras de grande relevância nas freguesias com vista a melhorar a vida dos munícipes.

O Grupo Municipal de PSD defende que esta estratégia é positiva e revela o bom relacionamento entre a Câmara de Ponta Delgada e as 24 Juntas de Freguesia. Um relacionamento leal e empenhado relativamente aos eleitos locais.

No que respeita a 2019, até ao momento, a Câmara Municipal de Ponta Delgada já transferiu para as 24 freguesia do concelho um total de 954.184,52 euros. A restante verba será transferida ainda antes do final do presente ano.

Já na área social, a Câmara de Ponta Delgada transferiu, até ao momento, uma verba de 95.210, 50 euros de 123.610 euros, que será pago até final do ano.

A educação e a coesão social têm constituído preocupações importantes da governação do município.

A área Social é assumida por este elenco como um dos pilares principais do desenvolvimento do concelho, fazendo com que as “Pessoas” sejam a base para o desenvolvimento de Ponta Delgada.

A forte aposta na área social do concelho, com o apoio aos mais desfavorecidos e às instituições particulares de solidariedade social.

A promoção de serviços de cariz social, no apoio a grupos específicos, às famílias e à comunidade.

Faz jus ao nosso programa com que nós nos submetemos às últimas eleições autárquicas.

Porque para o PSD, a promoção do bem-estar social, passa por tentar erradicar todas as formas de exclusão social nas suas mais variadas vertentes, estimulando a proteção e integração social dos mais desprotegidos.

Na área do Desporto, a Câmara já transferiu a verba de 415.584,58 euros.

A prática desportiva é fundamental para o bem-estar dos munícipes, promover hábitos de vida saudáveis e combater a sedentariedade tem sido evidenciado por este executivo camarário.

Realçamos o apoio a diversas instituições desportivas do concelho.

A construção e beneficiação de infraestruturas desportivas pelas várias freguesias de Ponta Delgada.

O apoio a competições desportivas federadas e ao desporto amador.

De 2017 para 2018 as transferências dedicadas ao desporto tiveram um aumento significativo.

Tudo isto com o objetivo de dinamizar o movimento associativo desportivo,
Bem como, promover e estimular a prática do desporto em colaboração com as escolas e as coletividades desportivas do concelho.

Na área da Cultura, já foram transferidos 129.195,16 euros.

A autarquia tem também demonstrado uma aptidão particular no apoio e demonstração de iniciativas culturais.
Realçamos as noites de verão como cartaz cultural e turístico da cidade.

Esta é a única forma de governar com todos e para todos.

A política seguida por José Manuel Bolieiro no Município de Ponta Delgada é irrepreensível, sobretudo quando é notória a proximidade com todos os parceiros e em todo o concelho.

Mas há mais, muito mais.

Iniciativas como a PDL White Ocean, com grande sucesso trazendo milhares de pessoas à cidade de Ponta Delgada. Acolhendo uma diversidade de artistas regionais distribuídos por mais de 20 palcos repartidos por toda a cidade. Ou o vasto programa cultural que o coliseu Micaelense nos brinda ao longo do ano.

E porque a cultura não se faz só de grandes eventos, este elenco pauta também pela descentralização da política cultural do Município, levando exposições e eventos culturais às diversas freguesias do concelho.

Realçamos as atividades culturais nos Centro Cultural de Santo António e no Centro Cultural dos Fenais da Luz, neste último, com o núcleo Bartolomeu Quental da Biblioteca Municipal de Ponta Delgada,

Este elenco camarário não só tem vindo a centrar a sua atuação em áreas fundamentais para a vida diária do cidadão de Ponta Delgada, como tem vindo a demonstrar uma gestão financeira de excelência no município de Ponta Delgada.

A prova disto, são as boas contas do setor empresarial municipal. Iniciou o mandato com 7 empresas municipais e vai terminar o mandato com apenas 1 empresa municipal, o coliseu micaelense, numa clara redução do valor da dívida das empresas municipais.

O prazo médio de pagamentos passou de 16 dias em 2017 para 12 dias no 2º trimestre de 2019.

O valor da Dívida da Câmara Municipal de Ponta Delgada diminuiu de 2017 para 2019 em cerca de 2 milhões de euros.

Tudo isto demonstra que José Manuel Bolieiro, para alem de ser um bom político também é um gestor exemplar.

O Grupo Municipal do PSD congratula o presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada e todo o seu executivo, pela forma exemplar como tem gerido o município de ponta delgada.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO