O Voo do Cagarro: No contexto da chantagem energética por defender a Ucrânia

0
15
blank

Regularmente, consulto as mais diversas estatísticas. Faço isso por prazer e porque me quero manter informado de base, sem influência dos fazedores de opinião ou outros intermediários. Gosto de fazer a minha apreciação olhando para os dados crus.

Ao “andar por aí”, descobri que os esforços globais de emancipação do carvão, enquanto fonte energética, estão longe de ter sucesso. Segundo a Ember’s Eletricity Review 2022, para atingirmos a absolutamente necessária neutralidade carbónica em 2040 (o grande objetivo do Acordo de Paris) há que decrescer o consumo de carvão em 13% ao ano. Paradoxalmente, no último ano, o uso de carvão para produção de energia elétrica aumentou 9%. Parece estar tudo louco!

Os principais países aparentemente responsáveis por este atentado ambiental são a China, destacada, a Índia e os Estados Unidos da América. Segundo o sítio internet Visual Capitalist, estes três países, em conjunto, são responsáveis por 72% do consumo de carvão. Ou seja, 40% da população mundial usa quase 3/4 do carvão.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

blank
Pescador-na-Ucrania-em-2017.-Foto-F-Cardigos