A remodelação e as respostas que tardam

0
13
blank

Desde que o atual governo tomou posse, temos assistido a vários casos de falta de transparência, polémicas estéreis, ataques à autonomia e uma confusão permanente em várias áreas da governação.

Só para citar alguns, tivemos o célebre caso das agendas mobilizadoras, que levou à demissão do secretário das Finanças, abandonado pelo presidente do governo e demitido pelos líderes das câmaras de comércio na comissão de inquérito.

Assistimos à demissão, numa comissão parlamentar e pelo líder do PPM, do secretário dos Transportes.

Assistimos à demissão da secretária da Cultura, anunciada por um diretor regional do PPM.
Soubemos de um relatório adulterado sobre o ataque informático ao HDES, plantado na comunicação social e que, possivelmente, terá levado à demissão da secretária das Comunicações.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura