Operação policial relativa à formalização da cerca sanitária à vila de Rabo de Peixe

0
63
DR

O Comando Regional da Polícia de Segurança Pública dos Açores, através da Divisão Policial de Ponta Delgada, informa que entre as 00H00 do dia 03 de dezembro e as 23H59 do dia 08 de dezembro, com base no Decreto Regulamentar Regional n.º 27/2020, de 2 de dezembro, a cerca sanitária determinada pelo Governo Regional dos Açores, será concretizada através de pontos de fiscalização e controlo policial. Serão ainda utilizadas várias barreiras físicas que delimitam toda a área da vila de Rabo de Peixe, no Concelho da Ribeira Grande.

A presente operação tem como principal propósito a fiscalização do cumprimento do disposto no Decreto Regulamentar em referência no que concerne à interdição das deslocações, por via terrestre, entre a referida freguesia e as demais circundantes.

Para a realização desta operação, a Polícia de Segurança Pública conta com o apoio logístico do Governo Regional dos Açores, através da Direção Regional das Obras Públicas e Comunicações, da  Câmara Municipal da Ribeira Grande e da Junta de Freguesia de Rabo de Peixe.

A atuação da Polícia de Segurança Pública incidirá numa intervenção pedagógica e sensibilizadora da comunidade quanto à interdição das deslocações que não sejam justificadas e a recomendação a todos os cidadãos para o cumprimento do dever geral de recolhimento domiciliário, cumprindo, sempre que necessário, com as orientações e determinações das respetivas Autoridades Sanitárias.

A PSP continua a apelar ao sentido de responsabilidade e de cidadania de todos os residentes na Vila de Rabo de Peixe, aconselhando-os a cumprirem voluntariamente e para bem da saúde de toda a comunidade, as normas de saúde pública impostas pela cerca sanitária naquela Vila e às instruções emanadas pelos agentes da autoridade.

Alertamos ainda, que a transposição, apeada ou automóvel, dos limites da aludida cerca sanitária, corresponde à prática de um crime de desobediência não havendo lugar a qualquer condescendência nos casos de incumprimentos que sejam detetados pela PSP.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO