Ordem dos Enfermeiros apresenta voto de congratulação

0
8

Por: Ordem dos Enfermeiros dos Açores.

No seguimento da votação ocorrida ontem na Assembleia Legislativa Regional dos Açores do Projeto de Decreto Legislativo Regional n.º 18/XII – “Cria o “Enfermeiro de Família” no Serviço Regional de Saúde”, a Ordem dos Enfermeiros apresenta o seu voto de congratulação pela aprovação deste projeto por unanimidade, algo que se reveste de grande importância para a região.
O Presidente do Conselho Diretivo Regional da Secção Regional dos Açores da Ordem dos Enfermeiros, Enfermeiro Pedro Soares, enalteceu o acontecimento afirmando: “Escreveu-se mais uma página na história do Sistema Regional de Saúde! Cria-se assim uma maior proximidade dos cuidados de Enfermagem à nossa população e, ao mesmo tempo, regulamenta-se a função do Enfermeiro de Família. Estou convicto de que melhoraremos os serviços prestados e reforçaremos o contributo dos Enfermeiros na promoção da saúde e prevenção da doença.”
No seguimento desta aprovação, o Enfermeiro Pedro Soares explicou: “A nossa população vai poder beneficiar do seu Enfermeiro de Família, ou seja, de um profissional de saúde em posição privilegiada, pelas suas competências, conhecimentos e capacidades, na mobilização de recursos disponíveis para prestar melhores cuidados de saúde, respondendo de forma atempada, personalizada e integrada às suas necessidades. O Enfermeiro de Família será assim o gestor da saúde dos utentes ao nível dos cuidados de saúde primários.”
“Considero que, desta forma, estaremos a potencializar os recursos existentes, onde o foco são as famílias e onde o Enfermeiro de Família será parte de um modelo integrado de cuidados de proximidade, com um papel preponderante na resolução dos problemas dos utentes em diferentes contextos, o que resultará em ganhos para a saúde da população açoriana, para além de um claro combate ao desperdício e à redundância de intervenções, contribuindo para a sustentabilidade do Serviço Regional de Saúde”, salientou Pedro Soares.
A Ordem dos Enfermeiros destaca ainda o facto de ter sido chamada a participar, desde o primeiro momento, na conceção e desenvolvimento deste projeto, o que permitiu que tenham sido considerados os seus fundamentais contributos para que se venha a verificar uma adequada implementação do mesmo.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO