Patrão Neves defende a produção artesanal de produtos típicos locais

0
13

A Eurodeputada Patrão Neves considerou como “mais uma ajuda para o sector do leite nos Açores” a votação do relatório de Herbert Dorfmann, intitulado “Manutenção da produção de leite nas zonas montanhosas, nas zonas desfavorecidas e nas regiões ultra periféricas após a expiração do regime de quotas leiteiras”.

 

Segundo Patrão Neves “este relatório é importante porque volta a centrar as atenções das entidades europeias nos territórios onde mais se vão sentir os impactos do fim das quotas leiteiras. Atendendo a que o meu colega relator é proveniente de uma zona de montanha, estabelecemos uma parceria para que também ficassem contempladas as necessidades e reivindicações das Regiões Ultraperiféricas, como é o caso dos Açores. Assim, funcionamos em equipa, em que um considerava mais as regiões de montanha e o outro as RUP´S”.

 

De facto, todos os contributos da Eurodeputada Patrão Neves foram votados positivamente. A grande maioria ficou incluída nos compromissos, no entanto, Patrão Neves referiu que “realizei algumas emendas individuais, que também tiveram voto positivo, mas neste caso  fora dos compromissos, porque eram muito específicos para a nossa Região”.

 

Alterações como a possibilidade de maiores apoios à indústria para o transporte do leite, as necessidades de apoio para o acesso a novos mercados, chamadas de atenção sobre as desvantagens naturais e permanentes do sector sobretudo onde existe uma descontinuidade geográfica como no caso das Regiões Ultraperiféricas, a aceitação de que a orografia e o clima restringem os outros tipos de actividade agrícola e que a diversidade agrícola é muito limitada nestas regiões, entre outras, são apenas alguns exemplos dos contributos da Eurodeputada.

 

 

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO