Paula Decq Mota, candidata da CDU à Câmara Municipal da Horta – “É importante termos uma Câmara com capacidade de negociação e de reivindicação”

0
58

Paula Decq Mota tem 42 anos é professora de profissão. Coordenadora do PCP no Faial, apresenta-se como candidata da CDU à Câmara Municipal da Horta (CMH) nas eleições autárquicas marcadas para 26 de setembro de 2021.
Numa entrevista ao Tribuna das ilhas, a candidata avança que o apoio dos seus
camaradas e de muitas pessoas da ilha, o direito à diversidade de escolha no dia de votar, e o facto de o Faial ter ficado a “ganhar sempre que a CDU teve representação institucional” foram os motivos que a levaram a assumir esta candidatura.
Movida pelo “desejo de ajudar” a sua terra, Paula Decq Mota considera que “o município deve ter um plano estratégico global para os próximos 20/30 anos”. Neste sentido entende como fundamental avançar com as obras da frente mar e apostar na melhoria da rede viária.
A cabeça de lista da CDU entende que é necessário “reforçar o esforço municipal e exigir mais verbas a quem de direito”, mas para isso defende que é importante ter “uma Câmara com capacidade de negociação e de reivindicação”. Ganhar maior representação autárquica, elegendo para a CMH, reforçar a representação na Assembleia Municipal e aumentar a representação nas freguesias são os objetivos para este desafio.
Para Paula Decq Mota, “a presença de eleitos da CDU em cada um destes órgãos é, com toda a certeza, uma mais-valia para toda a ilha”.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

 

 

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO