Pesca do Chicarro – Problemas confirmam má gestão do Governo Regional

0
14
DR-PSD/Açores

O PSD/Açores garante que o problema por que passam os pescadores de chicharros “não é de agora”. Aliás, “o que acontece com aquela arte demonstra a má gestão do governo regional no setor das Pescas”, diz o deputado Jaime Vieira.

“A situação é grave em várias embarcações, como referiu um armador numa entrevista à RTP/Açores, explicando que havia companheiros a receber 10 e 15 euros por dia, o que é um rendimento de miséria, depois de horas a fio na Pesca”, adianta.

Jaime Vieira explica que, aliado à falta de rendimento, “está o facto de que algumas embarcações chegarem à lota e não conseguirem leiloar o chicharro, e isso ainda complica mais a situação para os pescadores”.

“Qualquer pescador que saia ao início da noite para o mar, e que passado umas horas da madrugada regresse ao porto com a captura da noite e pode não receber um euro que seja pela noite de trabalho, é injusto, triste e surreal”, diz o deputado do PSD/Açores.

Para quem a atual situação “tem levado muitos pescadores, e os seus familiares, a passarem por grandes dificuldades, devido à ausência de rendimentos em algumas semanas”, acrescenta.

Jaime Vieira até reconhece “algum mérito no secretário regional da tutela, pois reuniu com os armadores a arte do chicharro, mas na verdade o que fez foi apenas passar a bola para o lado dos pescadores, sem adiantar quaisquer medidas por parte do governo regional para inverter o rumo dos acontecimentos”, refere.

“O senhor secretário diz que acompanha este processo há muito tempo, o que nos leva a questionar porque não atuou mais cedo o governo? Este é apenas mais um exemplo do abandono a que o setor está confinado nos Açores”, afirma o social democrata.

Jaime Vieira defende que é preciso “dar consequência à reunião deste dia 28 de maio, na Lotaçor, e que, mais importante ainda, é preciso haver uma resposta que resolva o problema da falta de escoamento do chicharro em lota, que continua a acontecer”, frisou.

“Dizer que a responsabilidade é apenas do armador, e que vão aumentar a fiscalização, é uma história repetida há muito pelo governo. Dizer que os pescadores têm que ser responsáveis, é muito pouco”, critica o deputado social democrata, que não entende “o segredo em que foi mantida a reunião, uma vez que se tratam de matérias do interesse de todos”.

Jaime Vieira lembra que a União Europeia “prevê um apoio excecional para congelação e exportação – sem ser o POSEI – para espécies de baixo valor comercial, como o chicharro, a arraia, entre outros. E nós temos direito a ele por sermos uma RUP- Ora, esse apoio não está a ser utilizado pelo governo regional”.

Para o PSD/Açores “deve ser melhorada a fiscalização. Mas também deve começar a armazenar-se o chicharro que não é vendido”.

Dessa forma, armadores e pescadores, “recebiam pelo peixe capturado e poderiam candidatar-se ao POSEI Pescas. Embora recebam pouco pelo congelamento, mas recebiam, e mais tarde seriam compensados porá aquele programa”, propõe Jaime Vieira.

“Atualmente, os chicharreiros não recebem o POSEI Pescas. A medida quer o PSD defende traria maior justiça e rendimento a uma arte piscatória há muito discriminada pelo governo regional”, conclui.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO