Plataforma do Triângulo

0
93
DR

A Plataforma do Triângulo, composta por entidades representativas e movimentos cívicos das ilhas do Faial, Pico e São Jorge, avalia de forma positiva a escolha de Luís Rodrigues para Presidente do Conselho de Administração da SATA, considerando que este apresenta um perfil e um currículo sólido, com larga experiência na área da aviação, o que poderá ser um factor determinante no sucesso da reestruturação da companhia.

A Plataforma do Triângulo, que em Junho deste ano reuniu com o Presidente do Governo Regional dos Açores para apresentar um conjunto de propostas e reivindicações com vista a melhorar a acessibilidade a estas ilhas, vai requerer uma reunião com o novo Presidente da SATA, assim que este tomar posse.

Considera a Plataforma que a nova direcção da SATA deve tomar conhecimento, com a máxima brevidade possível, dos graves constrangimentos que se sentem nas ilhas do Triângulo a nível de acessibilidades, quer nas ligações inter-ilhas, quer nas ligações com
o Continente, para que se possa corrigir já em 2020 uma programação de voos que tem
sido insuficiente, inconsistente e que tem tido graves reflexos na economia do Faial, Pico e
São Jorge. Estas alterações, a instituir a breve prazo, são vitais para que se possa virar a
página numa história de relação conflituosa entre a SATA e estas ilhas, começando a
construir um futuro mais positivo para a empresa transportadora e para a economia local.

A Plataforma do Triângulo é composta pela Associação de Turismo Sustentável do
Faial, Associação Comercial e Industrial da Ilha do Pico, Núcleo Empresarial da Ilha de São
Jorge, Grupo do Aeroporto da Horta e Grupo do Aeroporto do Pico, actuando como um
fórum de cooperação e de dinamização das relações inter-ilhas que agrega estruturas
representativas das empresas e da sociedade civil das ilhas do Triângulo.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO