Plenário: PSD/Açores subscreve resolução conjunta a condenar invasão da Ucrânia

0
22
DR/PSD
DR/PSD

O grupo parlamentar do PSD/Açores subscreveu uma resolução com os restantes grupos e representações parlamentares com assento na Assembleia Legislativa a condenar a invasão da Ucrânia pelas forças armadas da Federação Russa.

Os deputados da bancada parlamentar do PSD/Açores, em homenagem ao povo ucraniano, levaram na lapela dos casacos um laço com as cores da bandeira ucraniana.

O presidente do grupo parlamentar, João Bruto da Costa, evocou o poeta Taras Shevchenko, consagrado artista ucraniano, para honrar o povo ucraniano que, desde o dia 24 de fevereiro último, está a ser alvo de uma invasão que constitui “o momento mais dramático da história da Europa em termos daquilo que é grosseira violação do direito internacional por parte de um ditador e tirano que é Vladimir Putin”, salientou, numa intervenção após a apresentação da resolução.

Para o parlamentar social-democrata, trata-se de “uma violação do direito internacional que tem levado a inúmeras violações de direitos humanos, numa invasão injustificada, não provocada por um povo que é inocente perante as bombas que caem nas suas casas, destroem as suas cidades, ceifam as vidas de pessoas inocentes”.

O presidente do grupo parlamentar do PSD/Açores destacou ainda o Dia Internacional da Mulher para invocar “a resiliência, essa força, que as mulheres simbolizam nessa mensagem para todos nós, de fugir do seu país com as crianças pelas mãos, com os velhos pelos braços, deixando para trás toda uma vida, toda uma construção de um país que está a ser destruído”.

“É também neste Dia Internacional da Mulher que queremos evocar a sua coragem e a sua força para resistir a esta brutal e injustificada agressão à Ucrânia”.

Na resolução apresentada pelo presidente do Parlamento açoriano, Luís Garcia, na abertura dos trabalhos da sessão plenária, “a Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores apela à retirada das tropas russas do território ucraniano e apoia todas as iniciativas que visem a paz e expressa a sua solidariedade para com todos aqueles que, na Ucrânia ou fora dela, sofrem os horrores da guerra”.

Perante a crise humanitária a que se assiste naquele território, a Assembleia Legislativa dos Açores prepara-se assim para materializar a solidariedade com a Ucrânia através do envio de bens de primeira necessidade e no acolhimento de refugiados ucranianos.

A resolução conjunta subscrita por todos os grupos e representações parlamentares foi aprovada por unanimidade, culminando com um minuto de silêncio na sala.