PO2021 com forte incremento de obras e iniciativas para desenvolver a Graciosa

0
29
DR/PSD
DR/PSD

O deputado do PSD/Açores João Bruto da Costa congratulou-se esta semana pelo “forte incremento de obras e iniciativas que o Plano e Orçamento (PO2021) apresenta para o desenvolvimento da Ilha Graciosa, na sequência dos compromissos assumidos pelo novo governo regional”, afirmou.

O social democrata destacou as ações que visam “o projeto para a Gare marítima de passageiros da Ilha Graciosa, a conclusão da empreitada da obra de proteção costeira da zona da Barra, assim com a zona dos Fenais-Ventosa, e finalmente a estabilização e reabilitação do Porto Afonso e a deslocação do parque de pesagem e embarque do porto da Praia”.

Noutro âmbito, foram aprovadas iniciativas como a remodelação e ampliação do Lar de Idosos da Praia, a cobertura da Casa do Povo de Guadalupe, e requalificação do Largo 1 de dezembro, na Luz, e a reparação do Pavilhão da EBS da Graciosa, com espaço para várias outras reparações na escola.

Ainda sublinhadas por João Bruto da Costa foram a obra da nova aerogare e o projeto de ampliação e alargamento da pista do Aeródromo da Graciosa, que terá iluminação, sendo também adquirida uma viatura de combate a incêndios.

O parlamentar recordou que o PSD votou favoravelmente uma proposta do PS para o Centro Social e Paroquial de Nossa Senhora da Luz, “tendo a coligação de governo apresentado uma outra proposta, que foi aprovada, para o projeto de proteção da orla costeira na zona do Degredo, em Santa Cruz”, avançou.

Da mesma forma, criticou a proposta “irrealista” que o PS fez para a Barra, explicando que os 500 mil euros avançados para aquisição de material de apoio “eram uma verba não justificada e impossível de inserir no projeto, até porque a obra de proteção da orla costeira nem o assinalamento marítimo tem concluído, iniciativa que o Governo Regional está a ultimar”.

“O PS pretendeu apenas criar ruído político com a proposta, que era impossível de executar no imediato com o valor proposto”, disse João Bruto da Costa, que se mostrou confiante de que, “o mais brevemente possível, este governo irá criar condições para as atividades náuticas e marítimo-turísticas, como garantiu, na sua visita à Graciosa, o Secretário Regional do Mar e das Pescas”.

O social democrata adiantou que “não foram aprovadas propostas no âmbito da reparação de estradas, pois já existe verba no Plano para o projeto da ER1 entre o Porto Comercial e a Zona Industrial”, enquanto a ligação Santa Cruz/Guadalupe “só poderá ter obras quando a Câmara Municipal intervir na rede de águas, numa extensão de cerca de 1800 metros”, esclareceu.

Por último, “não foi aprovada uma iniciativa de reforço de verbas para caminhos agrícolas, já que, como recentemente afirmaram o Secretário Regional da Agricultura e o presidente do IROA, já está em andamento uma avaliação dessa matéria”, concluiu João Bruto da Costa.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO