Portos dos Açores SA está a testar a capacidade de resposta dos principais Portos da Região em caso de ameaça externa

0
104
DR

Os principais Portos da Região estão a ser testados no que respeita à sua capacidade de resposta a ameaças externas de acordo com a certificação das suas Instalações Portuárias (IPs) no âmbito do Código Internacional para a Proteção de Navios e Instalações Portuárias (International Ship and Port Facility Security Code-ISPS Code) que é uma das mais recentes emendas da Convenção Internacional para a Salvaguarda da Vida Humana no Mar (Safety of Life at Sea – SOLAS).

Em resposta aos atentados de 11 de setembro de 2001 às Torres Gémeas e às ameaças daí resultantes,  a Autoridade Marítima Internacional (IMO-International Maritime Organization) decidiu implementar medidas de segurança e salvaguarda reforçadas dando origem ao chamado código ISPS tendo os seus requisitos entrado em vigor em julho de 2004.

Na Região estão a ser avaliados  os Portos de Praia da Vitória, Velas, São Roque do Pico, Horta e Ponta Delgada, estes dois últimos com duas Instalações Portuárias, nomeadamente os seus terminais multiusos e terminais de passageiros.

A ação que está em desenvolvimento nos últimos dias nesses Portos da Região  é coordenada pela Portos dos Açores  com recurso a um auditor externo e

pretende avaliar e auditar a capacidade de resposta das diferentes Instalações Portuárias (IPs) em casos de ameaças externas e ataques  diversos, bem como exercitar os meios técnicos e humanos  disponíveis em alguns cenários hipotéticos. 

No passado dia dois e três de março foram já avaliadas e auditadas as capacidades do Porto da Praia da Vitória e ministrada formação complementar aos gestores e oficiais de proteção da respetiva Instalação Portuária. 

Nos dias cinco e seis de Março foi a vez  das duas Instalações Portuárias do Porto da Horta  serem avaliadas e auditadas e decorreu ainda, na tarde do dia 6 de março, na cidade da Horta, uma ação de formação e reciclagem para Oficiais de Proteção de Instalações Portuárias (OPIPs).

No dia nove de Março foi a vez dos Portos das Velas e São Roque do Pico serem auditados e avaliados e nos dias dez e onze a ação terminará em Ponta Delgada com a avaliação e auditorias às duas Instalações Portuárias e como um exercício final no Porto dessa cidade.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO