Presidente do Aliança Açores crítica campanha do PS/Açores

0
32

Num comunicado enviado às redações, o Presidente do Aliança /Açores apresenta críticas à campanha do PS/Açores.

“Em 2020, os Açores estão à beira do precipício e Vasco Cordeiro e o seu PS apresentam como slogan de campanha “P´rá frente é que é caminho”?!”, refere Paulo Silva.
Segundo o líder regional do partido, “querem continuar a acreditar que fazemos todos parte de um rebanho, que seguimos todos juntos e que somos todos cegos, sem ver ao ponto que chegamos depois de 24 anos de governação rosa nos Açores?!”, sublinha, considerando que “primeiro do que tudo, vivemos numa sociedade onde impera o medo, onde os açorianos têm medo de falar, de se expressar, onde o cartão do partido assume um papel mais importante do que o mérito e capacidade individual para o desempenho de funções! É neste caminho que merecemos seguir em frente?”, sublinha.
No documento, Paulo Silva sustenta ainda que “depois, o nosso futuro, os nossos jovens! Já se esqueceram que se continuarmos assim seguimos em frente com a Região que apresenta o nível de escolaridade mais baixo do país? E depois? Como será o nosso amanhã?”, frisa.

E continua no comunicado, “vivemos numa Região completamente dependente dos subsídios provenientes da Europa em vez de apostarmos na canalização dos investimentos para sermos mais independentes e sustentáveis! É por aqui que queremos seguir em frente? Seguimos em frente sem médicos para assegurar boas condições de saúde para todos os Açorianos, em todas as ilhas?”
Vivemos na Região do País com a maior taxa de beneficiários de Rendimento Social de Inserção, incentivamos a dependência de um povo perante estes subsídios em vez de apostarmos nestes cidadãos e ajudá-los a criar uma nova vida! É isto que queremos?
Somos pobres e andamos a esconder números com programas de apoio duvidosos que nos deixam com a marca de sermos a região do país com o maior risco de pobreza e exclusão social!”
A concluir, o presidente do Aliança/Açores, observa que “que o PS assegura aos açorianos nesta linha recta que nos querem fazer continuar a seguir em frente é que somos uma das uma das Regiões com menos médicos? E já que estamos a meses das eleições, continua a dar jeito ao Partido Socialista que este jardim rosa, carregado de abstenção a cada momento eleitoral, siga em frente desta maneira? Com um povo desacreditado, que cada vez menos participa ativamente? Que apenas o rebanho de cordeiros se dirija às urnas?
Meus amigos, muito mais poderia dizer, mas creio que sucintamente me despeço de vós acreditando piamente que chegou a hora! Chegou a hora de dizermos basta! 24 anos é muito tempo! Está na altura de sermos TODOS AÇORES!”, reforça.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO