Presidente do Sindicato Democrático dos Enfermeiros terminou greve de fome

0
14

O presidente do Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal (Sindepor) disse à agência Lusa que terminou hoje ao final da manhã a greve de fome que iniciou na quarta-feira, depois de receber um telefonema da ministra da Saúde.

Referindo que a ministra Marta Temido garantiu que as negociações com os enfermeiros serão retomadas, Carlos Ramalho disse que “é isso que os enfermeiros pretendem”.

“Agora vou partir para as negociações de boa fé, mas com certeza que a luta vai continuar”, disse o dirigente sindical, admitindo a marcação de novas iniciativas e lembrando que se mantém a atual greve de enfermeiros até 28 de fevereiro.

Carlos Ramalho esteve em greve de fome em frente à residência oficial do Presidente da República.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO