Profissões: Maria Nuna Monteiro Vila-Lobos é advogada desde 1986 | “Os casos que mais gosto são os que se relacionam diretamente com as pessoas”

0
52
blank

Maria Nuna Monteiro Vila-Lobos Menezes, natural da Horta, tem 60 anos e começou a exercer advocacia, ainda como estagiária, em 1986, data da conclusão
do seu curso na Faculdade de Direito de Lisboa. Após o estágio, foi a primeira
mulher a abrir escritório de advocacia na ilha do Faial, em 1989, e durante alguns anos, a única a exercer esta profissão liberal, à época maioritariamente masculina.

Até entrar para a faculdade, ser advogada nunca esteve nos seus planos, desconhecendo por completo as profissões jurídicas, às quais também não tinha
qualquer ligação familiar próxima.

Sempre gostou de estudar, preferindo as Letras às Ciências, pelo que após a conclusão do 9.º ano optou pela área D,
“a qual não apresentava muitas opções, o que veio a condicionar as escolhas futuras”, revelou a advogada ao Tribuna das Ilhas, numa entrevista para a rubrica
Profissões.

 

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!