PS/Açores defende racionalização de recursos e adequação de meios no Serviço Regional de Saúde

0
40

“Um princípio básico e fundamental na gestão em saúde, é o da adequação e uso racional de todos os recursos disponíveis. É mais eficaz, tem melhor custo-benefício e tem melhor garantia técnica”, falava o deputado Dionísio Faria e Maia aquando da sua intervenção no âmbito do debate sobre a abertura de salas de pequena cirurgia nos Centros de Saúde de Ponta Delgada e Ribeira Grande, que se realizou esta quarta-feira, no parlamento dos Açores.

O deputado do PS/Açores defendeu que a boa gestão do Serviço Regional de Saúde se faz através da “adequação dos meios existentes e racionalização dos recursos disponíveis face às respostas em saúde”.

Faria e Maia entende que assim se dá a garantia de qualidade assistencial e também “uma oportunidade formativa em hospitais com idoneidade académica e formativa profissional, com serviços organizados com potencial de aumento das respostas nesta e noutras áreas”.

“O Serviço Regional de Saúde existe para dar resposta aos seus utentes e esta resposta tem sido enorme face aos recursos disponíveis por vezes limitados em áreas muito específicas, devendo sempre adequar-se à melhor racionalização destes meios para obtenção dos melhores resultados”, explicou o deputado da bancada socialista.

“Somos defensores da adequação dos meios existentes, somos defensores da racionalização dos recursos, somos defensores das respostas necessárias e estamos a trabalhar para isso”, rematou Dionísio Faria e Maia.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO