PS/Flores destaca importância da apresentação do Projeto do Porto das Lajes das Flores

0
33
DR/PS
DR/PS

O Governo Regional dos Açores apresentou no passado dia 12 de agosto o Estudo para o reordenamento e reconstrução do Porto Comercial das Lajes das Flores. A apresentação foi efetuada pela Portos dos Açores e contou com a presença do Sr. Presidente do Governo, Vasco Cordeiro, o que reforça a importância e o empenho que o Governo está a dar à reconstrução desta importante infraestrutura para a ilha.

A destruição do Porto Comercial das Flores pelo furacão Lorenzo teve um impacto relevante em toda a ilha, quer pelos constrangimentos que provocou ao abastecimento, quer pelo simbolismo e sensação de segurança que o mesmo garante à ilha.

O Projeto apresentado pelo Governo dos Açores não só prevê a reconstrução do Porto Comercial, como representa a reconstrução de uma infraestrutura moderna, de muito maior capacidade, e muito mais resistente a fenómenos adversos.

O Secretariado de ilha das Flores congratula-se com o projeto apresentado, e com o empenho do Governo dos Açores na rápida reconstrução desta importante infraestrutura para a ilha, sendo de destacar no Projeto os seguintes aspetos:

  • A rapidez e celeridade que o Governo imprimiu a este assunto.

o   Estão já executadas obras no Porto em dragagens, limpeza, equipamentos e Proteção de Emergência num valor superior a 25 milhões de euros.

o   Está já a decorrer a obra de Proteção de emergência, num valor superior a 20 milhões de euros.

o   Está previsto o lançamento ainda este mês de agosto do procedimento para a construção da Ponte-Cais, obra estimada em cerca de 15 milhões de euros, e com um prazo de execução de cerca de 18 meses. Esta infraestrutura tem cerca de 140 metros de comprimento e 20 metros de largura e fundos de serviço à cota -7, permitindo o serviço dos navios que escalavam habitualmente as Flores antes do furacão.

o   Será remetido ainda este ano o projeto final para o LNEC, onde após confirmação pelos ensaios, será lançado procedimento para a realização da obra.

  • A qualidade da solução encontrada.

o   A ilha das Flores fica com uma infraestrutura Portuária com muito maior capacidade de serviço: 2 cais acostáveis de 140 metros, e 1 cais acostável de 170 metros.

o   Um molhe de proteção com muito maior capacidade de resistência às intempéries, e maior proteção para serviço em condições de mar adversas.

o   Um porto com redundâncias previstas em casos de algum dano ou imprevisto no futuro, uma vez que tem 3 cais acostáveis.

o   Um ordenamento de toda a zona portuária, com separação entre zona comercial e zona de passageiros, e com infraestruturas para apoio a cada uma das atividades;

O Secretariado de ilha das Flores salienta o empenho do Governo dos Açores, e em particular do Presidente Vasco Cordeiro, que desde o dia do furacão Lorenzo, em que testemunhou presencialmente os efeitos nefastos no porto das Lajes, não poupou esforços para rapidamente encetar os trabalhos de limpeza e reconstrução do Porto, garantir os meios financeiros para a sua realização, e exigir uma solução para a ilha das Flores muito mais ambiciosa e muito mais capaz para responder aos desafios do futuro.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO