PS/Ribeira Grande congratula Governo pela compra de empreendimento para habitação na Matriz

0
27

O PS/Ribeira Grande manifestou esta terça-feira a sua satisfação pelo anúncio do Governo Regional dos Açores em adquirir o empreendimento habitacional em Trás-os-Mosteiros, junto ao Largo das Freiras, na freguesia da Matriz. Os 52 fogos, depois de concluídos, destinar-se-ão a arrendamento acessível, compatível com as condições socioeconómicas e taxa de esforço das famílias que pretendam ser beneficiárias desse tipo de arrendamento.

Este empreendimento, cuja aquisição ascende a um milhão de euros, representa, “além de uma mais valia habitacional, a mais acertada resposta social e política para a freguesia e para o Concelho”, referem os Socialistas da Ribeira Grande.

“Face à inoperância e incompetência da Câmara Municipal, que se entreteve em apontar o problema e nunca em encontrar solução para o mesmo, o Governo avançou e dá esta boa notícia de garante de habitação, bem localizada, a preços acessíveis, com um impacto imensamente positivo na Ribeira Grande”.

De acordo com o comunicado do Conselho de Governo, a Região cedeu à sociedade A.M. Furtado, S.A. dois lotes de terreno, conforme auto de cessão celebrado a 16 de setembro de 2008, para construção de 52 fogos em regime de custos controlados, tendo o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) adquirido à massa insolvente os prédios referidos, após a insolvência da referida sociedade.

Mais informa que, em função das diligências levadas a efeito junto do IHRU, este manifestou a intenção de vender à Região os prédios em causa e respetivas edificações com o nível de execução de cerca de 35%.

Este investimento surge do entendimento por parte do Governo dos Açores de que, “atendendo à necessidade de reforço de habitação em regime de arrendamento acessível compatível com a taxa de esforço das famílias, conjugado com o facto de não ser expectável que essa necessidade seja resolvida pelo mercado normal de arrendamento, se justifique o aumento da oferta pública da habitação através deste investimento”, refere o PS/Ribeira Grande.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO