PSD/Faial rejeita possibilidade de áreas de segurança diminuírem comprimento útil da pista do aeroporto da Horta

0
15

A Comissão Política do PSD da ilha do Faial considera inaceitável a possibilidade das áreas de segurança (RESA’s) serem realizadas dentro da pista existente, em vez de se aumentar o comprimento da pista do aeroporto da Horta.

Esta possibilidade foi novamente admitida na audição realizada esta manhã na Comissão de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação da Assembleia da República a propósito das obras de ampliação da pista reivindicadas.

Na audição, o presidente da ANA/Vinci não se comprometeu com a ampliação da pista do aeroporto da Horta de 1700 para, pelo menos 2050 metros de comprimento, afirmando que irá depender do relatório final do grupo de trabalho criado pelo Governo da República.

O PSD/Faial reitera a posição sobre o aumento da pista do aeroporto da Horta e considera que a sua ampliação para, pelo menos 2050 metros, é uma condição fundamental e deve ser concretizado numa parceria entre o Governo da República, a ANA e a Região, com candidatura a fundos comunitários, aproveitando a oportunidade para a obra das áreas de segurança (RESA) e não reduzindo o tamanho atual da pista para se construir as áreas de segurança.

Os faialenses têm sido gravemente condicionados pelas penalizações com que operam os aviões A320 da SATA/Azores Airlines decorrentes da dimensão da pista e que prejudicam a economia do Faial. Ao construírem as áreas de segurança com a diminuição da pista utilizável, o aeroporto da Horta ainda ficaria com mais limitações à sua operacionalidade.

Para o PSD/Faial, o aumento da pista do aeroporto da Horta é essencial para eliminar as penalizações ao nível de peso das aeronaves A320 da Azores Airlines, o que dificulta seriamente a exportação de produtos locais.

Em segundo lugar, a ampliação da pista é também crucial para permitir a operação das aeronaves A321 que a Sata/Azores Airlines tem vindo a adquirir e que nas condições atuais não podem operar no Faial.

E por último, o aumento da pista do aeroporto da Horta para, pelo menos 2050 metros de comprimento, é decisivo para atrair outras companhias aéreas que possam complementar o serviço prestado pela Sata.

O PSD/Faial reafirma que as ligações da ilha ao exterior da região não devem ser dificultadas, mas sim potenciadas de forma a melhorar a mobilidade à população e contribuir para um futuro mais próspero para a ilha e para a região.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO