PSD/Faial responsabiliza Vasco Cordeiro por atraso na instalação do laboratório de COVID-19 no Faial

0
37

Os candidatos do PSD/Açores pelo círculo eleitoral da ilha do Faial
reuniram hoje com os responsáveis pelo Departamento Oceanografia e
Pescas (DOP) e o Centro de Investigação OKEANOS da Universidade dos
Açores, para analisar a situação do polo da Universidade dos Açores no
Faial, bem como o ponto de situação relativo à instalação do laboratório
de análises de despiste da covid-19 no Faial.
O cabeça de lista da candidatura do PSD pelo Faial, Carlos Ferreira,
relembrou que “o Presidente do Governo anunciou a 26 de maio que estava
em análise a instalação de um laboratório de análises de despiste da
covid-19 na ilha do Faial em colaboração com a Universidade dos Açores”.
“Depois, no dia 18 de junho, Vasco Cordeiro afirmou que o laboratório
para análises ao novo coronavírus na Horta estaria em funcionamento no
mês de agosto”, acrescenta o candidato.
“Posteriormente foi anunciado que os primeiros laboratórios a entrar em
funcionamento serão os de São Miguel e Terceira, e por último o do
Faial. O que para nós não é compreensível tal como dissemos ao
Presidente do Governo na reunião com o Conselho de Ilha do Faial no dia
30 de julho”, afirmou.
Carlos Ferreira defendeu que “a prioridade deveria ter sido o
laboratório do Faial porque a situação atual prejudica as ilhas do
triângulo e o seu tecido empresarial, e também às ilhas das Flores e
Corvo, para as quais os aeroportos do Faial e Pico são portas de entrada
privilegiada no arquipélago”.
“A instalação do laboratório é urgente para salvaguardar a saúde pública
e a tranquilidade da nossa população, mas também para ajudar a
economia”, afirmou o líder da candidatura, que explicou que “a pandemia
da Covid-19 colocou o tecido empresarial destas ilhas perante um enorme
desafio e importa que as medidas do Governo possam ajudar à superação
destas contingências, e não criar ainda maiores desigualdades na
região”.
A candidatura considera que a tentativa do Governo Regional se
desresponsabilizar deste processo não tem qualquer fundamento, pois “se
o governo suporta financeiramente a instalação de 3 novos laboratórios,
deveria ter definido as prioridades para a sua implementação”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO