Queijo de São Jorge protegido no acordo comercial entre UE e Japão

0
130
DR/PS
DR/PS

Os deputados do Partido Socialista dos Açores à Assembleia da República congratularam-se com a inclusão do Queijo de São Jorge na lista de 28 indicações geográficas protegidas acrescentadas ao acordo comercial entre a União Europeia e o Japão.

Com a entrada em vigor deste acordo entre os dois blocos há precisamente dois anos, os parlamentares açorianos sublinharam ser uma “excelente notícia” a inclusão do Queijo de São Jorge que, junto com o vinho do Porto ou a Pera Rocha, faz parte das 28 indicações geográficas protegidas incluídas pelo Japão, o mesmo número de produtos que também a União Europeia acrescentou à lista inicial.

Os deputados do PS/Açores destacam ainda a maior facilidade com que se poderá proceder ao comércio de vinho e de veículos em ambos os lados, uma vez que o Japão aproximou as suas normas vinícolas às da União Europeia, autorizando igualmente no seu território a introdução de práticas enológicas europeias, o que contribui para um aumento da exportação de vinho para o mercado japonês.

Sublinhando que este acordo comercial com o Japão prevê novas oportunidades para a exportação de produtos agroalimentares da Europa, os deputados eleitos pelo círculo dos Açores à Assembleia da República destacam ainda as 213 indicações geográficas europeias que estão protegidas de imitação, de entre as quais constam produtos portugueses como os vinhos, o Queijo de S. Jorge e a Pera Rocha.

Com o acordo comercial assinado a 01 de fevereiro de 2019, são já 898 empresas portuguesas que exportam bens e serviços para o Japão.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO