PSD/Açores quer diferenciação positiva nos apoios aos jovens agricultores

0
32
DR/PSD
DR/PSD

Os deputados do PSD/Açores eleitos pela Terceira defenderam uma diferenciação positiva nos apoios públicos para os jovens agricultores, “em função das necessidades e das potencialidades de cada uma das ilhas, em prol de um setor mais forte e valorizado”, adiantaram.

Vânia Ferreira, Rui Espínola, Paulo Gomes e Luís Soares reuniram com a direção da Associação de Jovens Agricultores Terceirenses (AJAT), com quem versaram as perspetivas e os constrangimentos locais do setor, frisando que “temos de atender à realidade de cada umas das nossas ilhas, tendo em conta aquilo que são os fatores de produção, os transportes e mesmo o despovoamento em algumas delas”, disseram.

Segundo Rui Espínola, vice-presidente da bancada social democrata na ALRAA, “é igualmente preciso aproveitar o conhecimento científico da Universidade dos Açores”, pelo que os parlamentares terceirenses do PSD/Açores pretendem que “a indústria de lacticínios beneficie ativamente desse conhecimento, possibilitando a criação produtos de valor acrescentado”, considerou.

O deputado entende que assim será possível “criar mais riqueza e mais emprego, numa aposta em também diferenciar a qualidade da nossa matéria prima, buscando novos mercados e, naturalmente, melhores resultados para as explorações”, afirmou.

A reunião com a AJAT inseriu-se no âmbito da iniciativa “+ Economia”, que os deputados estão já a levar a cabo, e que visa “auscultar os vários setores da economia terceirense, procurando soluções que, no âmbito da atividade parlamentar, possam contribuir para a criação de emprego, riqueza e desenvolvimento económico local”, explicaram.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO