Ribeira Grande com melhor taxa de execução de sempre

0
14
O PSD da Ribeira Grande felicitou hoje a Câmara Municipal por ter registado, em 2018, a melhor taxa de execução de sempre, o que comprova a “excelente gestão dos dinheiros públicos” por parte do município.
“A conta de gerência de 2018, aprovada em reunião de Câmara, revela que o município alcançou uma taxa de execução do investimento público de cerca de 93%. Trata-se da melhor taxa de execução de sempre, o que vem comprovar, uma vez mais, a excelente gestão dos dinheiros públicos feita pela autarquia liderada por Alexandre Gaudêncio”, referiu, em comunicado, a Comissão Política Concelhia do PSD.
Segundo a estrutura social-democrata, as contas de 2018 da Câmara Municipal da Ribeira Grande confirmam também que autarquia possui uma “contínua estratégia de desenvolvimento local em que se destacam uma constante preocupação social e a aposta na qualidade de vida dos munícipes”.
“São de realçar os investimentos na Educação, na Ação Social, no saneamento básico e em infraestruturas rodoviárias nas freguesias. A Câmara Municipal da Ribeira Grande continua também a investir em zonas verdes, trilhos pedestres e zonas turísticas, não esquecendo os apoios ao Desporto, à Cultura e às instituições da sociedade civil”, disse a Comissão Política Concelhia do PSD, presidida por Jaime Vieira.
Os social-democratas acrescentaram que, apesar destes factos, “o Partido Socialista é incapaz de reconhecer a obra feita pela autarquia liderada por Alexandre Gaudêncio”.
“O Partido Socialista limita-se a criticar, pois não tem a humildade de admitir que este executivo camarário da Ribeira Grande está a fazer um excelente trabalho na gestão dos dinheiros públicos”, referiram.
O PSD da Ribeira Grande lamentou ainda o “absoluto desconhecimento” do Partido Socialista relativamente à devolução, aos munícipes, das receitas de IRS cobradas no concelho.
“Em 2019, a Câmara Municipal da Ribeira Grande vai devolver aos cidadãos 1,25% do IRS cobrado no concelho, o que constitui uma melhoria de 25% em relação a 2018. Só por absoluto desconhecimento é que alguém pode acusar o município de não devolver impostos à população”, disseram.
Os social-democratas apontaram ainda a “incoerência” do Partido Socialista em matéria fiscal, “dado que este PS que exige que a Câmara Municipal baixe ainda mais os impostos, é o mesmo que, a nível regional, obriga os açorianos a pagar a mais elevada carga fiscal de sempre”.
“Por causa do Governo Regional do PS, os açorianos nunca pagaram tantos impostos. Este Partido Socialista recusa baixar o IVA para 16% e cobra impostos sobre os combustíveis acima da lei. O PS não tem autoridade para exigir que a Câmara da Ribeira Grande baixe ainda mais os impostos do que aquilo que já baixou”, disse o PSD da Ribeira Grande.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO