São Jorge com quarenta pessoas em quarentena devido a caso positivo

0
125

Cerca de quarenta pessoas da ilha de São Jorge, nos Açores, estão em quarentena devido a ter sido registado naquela ilha o segundo caso positivo de Covid-19 nos Açores, avançou o presidente da Câmara de Velas.

A informação que tenho é que existem quarenta pessoas de quarentena com probabilidade de a Autoridade de Saúde mandar mais algumas pessoas para quarentena, consoante a evolução das coisas e consoante os contactos que houve com a pessoa que está infetada“, disse à agência Lusa o autarca Luís Silveira.

Ao final da manhã de hoje, a Autoridade de Saúde Regional confirmou o segundo caso de Covid-19 nos Açores (primeiro em São Jorge), uma mulher de 49 anos, entretanto internada no Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira.

Para o presidente do município de Velas, a probabilidade de se virem a confirmar mais casos positivos na ilha é “grande”, destacando que a Autoridade de Saúde está a fazer chamadas telefónicas “pelo menos duas vezes ao dia” a pessoas que se encontram “sinalizadas” como potenciais casos positivos.

“Está tudo a ser analisado dia a dia, hora a hora. Nos Açores todos existem dois casos e um deles está em São Jorge. A probabilidade de se vir a confirmar mais, eu diria que é grande”, afirmou.

Apesar do caso positivo de Covid-19 ser de uma residente na Calheta (o outro concelho da ilha), Luís Silveira sinaliza que Velas já se transformou num “concelho fantasma”, onde apenas sai de casa quem “presta serviços mínimos”, como forças de segurança, bombeiros, proteção civil, farmacêuticos e profissionais de saúde.

“O comércio encontra-se, a quase todos os níveis, fechado por iniciativa próxima. É um concelho e uma vila fantasma. Porque as pessoas entenderam que era esse o caminho. Não há pessoas nas ruas, não se veem carros passar”, assinalou.

Ao final da tarde de hoje, o edil promoveu uma conferência de imprensa em Velas com intuito de “fazer o ponto de situação” das medidas do concelho para fazer face à pandemia de Covid-19, tendo destacado que, numa primeira fase, foram encerrados vários serviços municipais na área da cultura, do desporto e lazer.

Quanto à segunda fase, Luís Silveira revelou que o atendimento presencial na Câmara foi suspenso e decretou a restrição aos horários de funcionamento do comércio local, que passou a estar obrigado a fechar até às 21:00.

Os Açores têm atualmente dois casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus que provoca a Covid-19, sendo o outro caso uma mulher de 29 anos residente na ilha Terceira.

Existem atualmente 15 casos suspeitos na região, cinco dos quais aguardam resultados (um da ilha Terceira, um do Faial e três de São Miguel), nove aguardam colheitas (um de Santa Maria e oito de São Miguel) e um, na ilha Terceira, aguarda a repetição da análise, após ter tido resultado inconclusivo.

Estão em vigilância ativa 495 pessoas (mais 65 do que na terça-feira), das quais 129 relacionados com o primeiro caso positivo e 26 com o segundo.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, infetou mais de 210 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 8.750 morreram.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje o número de casos confirmados de infeção para 642, mais 194 do que na terça-feira. O número de mortos no país subiu para dois.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO