SÃO ROQUE DO PICO DISPONIBILIZA ALOJAMENTO PARA PROFISSIONAIS EM QUARENTENA/ISOLAMENTO SOCIAL

0
77
DR

A Câmara Municipal de São Roque do Pico, detentora da marca ‘Capital do Turismo Rural’, assegurou junto de várias unidades de alojamento do concelho a disponibilidade para acolher os profissionais que estão na linha da frente no combate ao COVID-19 e que precisem de cumprir um período de quarentena/isolamento.

Esta resposta positiva por parte das unidades de alojamento surgiu na sequência de uma proposta apresentada pelo Município, que suportará um valor acordado previamente pelo alojamento dos profissionais que recorram a essas unidades.

Podem deste modo usufruir da estadia nos vários espaços que aderiram a esta proposta do Município de São Roque os profissionais de saúde, proteção civil, bombeiros, forças de segurança pública, ou profissionais ligados a outros ramos de atividade, que precisem de fazer isolamento longe das residências e das famílias para evitar o contágio.

Com esta ação, o Município de São Roque do Pico dá um sinal de responsabilidade social, implementando mais uma medida para evitar a propagação do contágio.

“Atendendo a que muitos profissionais podem precisar de um espaço para cumprir períodos de quarentena, ou podem preferir não regressar a casa após um dia de trabalho para evitar transmitir o vírus às famílias, chegámos a acordo com algumas unidades de alojamento do concelho que disponibilizam os seus espaços, com a Câmara a pagar um valor simbólico pela estadia”, explica o Presidente do Município de São Roque do Pico, acrescentando que a medida constitui igualmente uma ajuda extra às unidades hoteleiras que foram confrontadas nas últimas semanas com o cancelamento de muitas reservas.

Mark Silveira deixa uma palavra de agradecimento a todos os que estão na linha da frente no combate à propagação do vírus e enaltece a disponibilidade dos empresários ligados ao setor do turismo que, nesta fase difícil, “mostraram disponibilidade, colaboração e um elevado sentido cívico”, abrindo as portas dos seus estabelecimentos, com uma redução substancial da pernoita, numa clara demonstração de “sentido de responsabilidade e de solidariedade”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO