Ser jovem homossexual, bissexual, transexual ou intersexo nos Açores

0
28
Aurora Ribeiro
TI

Gostaria de começar por perguntar a quem me lê quantas manifestações de afeto homossexuais públicas já viu acontecer nos Açores. Quantas pessoas conhece como assumidamente homossexuais, bissexuais, intersexo ou transexuais? Poucas, arrisco-me a avançar. E no Faial são quase nenhumas. Será isto “normal”? Ou será apenas a manutenção de uma falsa aparência do que ainda é considerado como “normal”?
Recordo que há dois anos assisti casualmente a um beijo apressado entre dois adolescentes rapazes, numa sombra de salgueiro perto da praia de Porto Pim. Foi um sinal misto: os tempos estavam a mudar, sim, mas ainda com uma grande “timidez”. Mas sabemos que não, não era “timidez”.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO