SESSÃO PLENÁRIA DE MAIO – Prejuízos da SATA “são mais do dobro” do investimento público em apoio social

0
17
DR-PSD/Açores
O líder parlamentar do PSD/Açores afirmou hoje que os prejuízos da SATA “são mais do dobro” do investimento público em apoio social no arquipélago, embora haja 77 mil açorianos que vivem abaixo do limiar da pobreza.
“Vasco Cordeiro, desde que é Presidente do Governo Regional, conduziu a SATA a ter 200 milhões de euros de prejuízos. O que pensarão os 77 mil pobres dos Açores destes resultados?”, questionou Luís Maurício, no parlamento açoriano.
O presidente do grupo parlamentar social-democrata, que falava num debate de urgência sobre a atual situação da companhia aérea regional, lembrou que os 53,3 milhões de euros de prejuízos da SATA no ano passado constituem “mais do dobro das verbas públicas investidas na área da solidariedade social em 2018”.
“Os prejuízos da SATA são também superiores, em 256%, aos investimentos públicos concretizados no setor da saúde em 2018. Que pensarão os 77 mil açorianos que estão em risco de pobreza destes prejuízos”, sublinhou.
Luís Maurício questionou ainda “o que pensarão destes resultados da SATA os 29 mil açorianos que vivem em privação material severa, ou seja, que não conseguem pagar a luz e a água no final do mês ou que não têm possibilidades de comer peixe ou carne duas vezes por semana”.
O líder parlamentar do PSD/Açores referia-se aos dados divulgados esta semana pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), que apontam que na Região existem mais de 77 mil cidadãos em risco de pobreza, o que corresponde a um terço da população residente.
O presidente do grupo parlamentar social-democrata acrescentou que o Presidente do Governo Regional “continua sem assumir responsabilidade” pelos sucessivos prejuízos da SATA.
“As consequências da irresponsabilidade de sucessivas administrações e do Governo estão à vista. Por exemplo, a companhia já não tem crédito junto de hotéis e restaurantes, como o comprovam os casos de passageiros que, após o cancelamento de um voo, chegam a um hotel ou restaurante e veem ser-lhes recusado um voucher da SATA”, sublinhou.
Luís Maurício deu também o exemplo das recentes notícias que apontam que a SATA está a estudar o eventual encerramento do seu ‘call center’, “pondo em risco os postos de trabalho de duas dezenas de pessoas”.
“E o que faz o senhor Presidente do Governo perante isto? Limita-se a dizer os resultados são insustentáveis, como se fosse um mero comentador político”, frisou.
Para o líder parlamentar social-democrata, “aquela afirmação não é digna de um Presidente do Governo, que é o primeiro responsável pela situação da SATA”.
“O Presidente do Governo continua a recusar assumir as suas responsabilidades na grave situação a que conduziu a SATA. A impunidade governativa está a tornar-se alarmante nos Açores”, apontou.
Segundo Luís Maurício, “o que é verdadeiramente insustentável é a forma como Vasco Cordeiro e o Partido Socialista têm governado os Açores”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO